Adoção animal

Dia dos pais: como é a vida e rotina de um pai de pet?

Publicado - 06 Agosto 2020 - 18h42

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Afinal, será que pai de pet também pode ser considerado pai? Muita gente implica com o termo, mas a verdade é que existe sim um laço paterno entre os tutores e seus “filhos” de quatro patas. Assim como qualquer bom pai, o pai de pet também tem uma série de responsabilidades com seu bichinho e, geralmente, não poupa esforços para vê-lo feliz, saudável e bem. O sentimento que se cria dentro de um pai de cachorro ou gato é tão forte que, sim, podemos dizer que o peso da palavra “pai” faz todo o sentido quando falamos disso.

Com o dia dos pais se aproximando, o Patas da Casa foi atrás de algumas histórias reais com cachorro e gato para inspirar e entender um pouquinho de como é essa rotina de homens que compartilham todo o amor com seus bichinhos. 

Pai de pet: o Augusto adotou uma gatinha recentemente e já se sente pai

Uma vontade que o Augusto César Rodrigues sempre teve foi justamente de adotar um bichinho, mas nunca encontrou o “momento certo” para isso, até que dois meses atrás uma gata preta (já quase adulta) foi abandonada na frente da casa de sua sogra. “Não teve jeito: senti no coração que era ela. A vizinha cuidou dela por uma semana, enquanto eu comprava as coisas necessárias e telava o apartamento”, lembra. Depois de adequar o ambiente para receber a nova moradora, Augusto levou Lilith para casa, que teve uma adaptação bem tranquila. “No primeiro dia ela já se acostumou com a gente, sendo muito carinhosa e fofa, parecia até que estava agradecida por ter sido adotada. No segundo dia ela já estava completamente em casa, confortável em todos os lugares”.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Para o tutor, o termo “pai de pet” é totalmente justo, porque é assim que ele se sente com a nova experiência. “Quase nunca consigo chamar ela pelo nome, geralmente só chamo de filha! Tem sido incrível”, conta. Além disso, Augusto acredita que é pura lenda que os gatos não são animais carinhosos, já que Lilith distribui carinho o tempo todo e não gosta de ficar sozinha. “Fez e faz muito bem pra aura da casa, pra energia familiar. É como se fosse mais um foco de carinho e amor, que podemos oferecer e receber, e isso alimenta a alma de um jeito que só quem é pai de pet vai entender”.

Para quem sempre sonhou em ter um bichano para chamar de seu, Augusto dá a dica: “Uma boa dose de fofura não faz mal a ninguém – principalmente acompanhada de tantas outras coisas boas que vão vir dessa experiência. Vão aprender coisas novas e exercitar um lado seu que talvez você nem soubesse que podia ter. Sem dúvidas vai fazer um bem imenso pra você e para toda sua família”.

 

Novo pai de pet, o Augusto está todo bobo e feliz com a LilithPai de cachorro também é pai! Olha o Douglas com seus dois filhos, Haku (esquerda) e Aslan (direita)Cheio de saudade da Zelda, o pai de pet Pedro Arantes não vê a hora de encontrá-la de novo!

 

Pai de cachorro: Douglas é puro amor com seus dois bichinhos

 

A história do Douglas Guedes é um pouco diferente: ele teve experiência com cachorros durante toda a vida, mas era sempre o bichinho “da família”, e nunca o dele próprio. “Quando comecei a namorar Lucas, ele sempre falava com muito peso que nunca teve um dog. Eu achava estranho, porque é tão gostoso ter um pet. Então, com 6 meses mais ou menos de namoro adotei o Aslan, um Chow-Chow, e dei de presente para nós. Ele é nosso filho”, conta. E não para por aí: Aslan foi o primeiro cachorro do casal, e já está há cerca de 6 anos com eles, mas durante esse período, Douglas e Lucas decidiram adotar um outro cãozinho: Haku, um Samoieda que já está há 2 anos com eles. “Eles são cachorros muito diferentes. Aslan é muito tranquilo, mas desobediente. Se deixar dorme o dia todo. Já o Haku é agitado, quer brincar toda hora e vive perturbando o Aslan, porém é super obediente”.

Os dois cães foram encontrados com alguns probleminhas de saúde, mas hoje são super saudáveis e recebem todos os cuidados necessários do casal. Como um bom pai de cachorro, tanto o Douglas quanto o Lucas fazem de tudo pelos seus cãezinhos! “A melhor parte é ter a companhia desses doguinhos. É uma troca, sabe?  As histórias que temos com eles são ótimas, e não vejo a nossa vida sem tudo que já passamos com eles. É um desafio ter dois cachorros, mas um desafio gostoso”.

Então, pai de cachorro também é pai sim! E para Douglas, essa é uma experiência que vale totalmente a pena. “Acho que ser pai de pet é ter responsabilidade com a vida dos seus animais, afinal não é nada barato e a adoção precisa ser consciente. Mas eles trazem uma energia tão gostosa pra vida que é difícil de descrever”.

Veja algumas fotos de pais de pet super orgulhosos de seus cães e gatos!

 

A Brisa ganhou um novo lar esse ano e é super mimada pelo seu pai, LuizO Adão e a Nala parecem até modelos!A Kyara é super apegada no seu pai, Walace. É só amor!O Pedro virou pai de pet recentemente e o Francisco está super feliz com o novo lar!O Rogério já é pai de pet há anos e cuida muito bem do ThorA Luna também adora ficar bem juntinho do seu pai, o GerhardO Fabrício é pai do Bento e de uma linda gatinhaO Lucas é pai de pet ao triplo: Frida (a peludinha), Ziggy (preto grandão) e Caetano (marrom)O Lucio (humano) e o Bob (doguinho) são parceiros de vida!O Vinícius é um verdadeiro pai de pet e o Thor é a prova disso!O Thor também tem uma irmãzinha, a Tina!Pai de cachorro: o Rafael e o Klaus são melhores amigos tambémA Ricotinha, gata do Saulo, ama ficar agarradinha com eleO Matheus ama passar um tempo com a sua gatinha BerenicePai de cachorro: o Rodrigo é apaixonado pelo seu cãozinho Didico

 

O Pedro também é pai de pet, mas precisou ficar longe da sua “filha”

 

Assim como Douglas, o Pedro Arantes também sempre esteve em contato com bichinhos porque cresceu em um sítio no interior do Rio de Janeiro. Quando se mudou para a capital, a falta de ter um amigo de quatro patas foi inevitável. Por acaso, uma amiga de Pedro resgatou a gatinha que seria a futura companheira dele: “Assim que vi a Zelda para adoção, adotei na primeira chance que eu tive”.

Não dá para resistir quando é amor à primeira vista, né? A rotina dos dois, inclusive, era bem tranquila: “Acordava de manhã, fazia o café e já trocava a caixa de areia, comida e água dela. Quando sentava para tomar o café, ela sempre ficava por perto. Na verdade, sempre que eu tava em casa ela ficava bem grudadinha comigo, e até dormia no meio das minhas pernas”.

Mas no último ano, Pedro precisou se mudar para São Paulo por causa do trabalho e não pode levar sua filha junto. Antes da quarentena, ele ia ao Rio pelo menos uma vez por mês para vê-la e ficar um pouquinho junto dela, mas agora já tem um tempinho que ele não a encontra. “Essa foi a parte mais difícil da mudança, com certeza. Sinto saudade dela”. Ainda assim, o tutor se sente um verdadeiro pai de pet e acredita que nada paga o carinho e a gratidão que um bichinho adotado tem por estar com seu humano. 

Redação: Juliana Melo

Adote um animal

Mulher compra "Lulu da Pomerânia" e toma um susto quando o pet cresce mais que o esperado

O Lulu da Pomerânia chama atenção por sua pelagem exuberante e personalidade simpática. Geralmente, cães dessa raça pesam até 3,5 kg...

Cuidados

Da tentativa de afogar banhista a carinho de estranhos: Golden vai à praia e tutor lista tudo que cachorro aprontou

O Golden Retriever é uma raça de cachorro conhecida pela energia inesgotável e pela enorme paixão por água, características que torn...

Comportamento

Cachorro "rouba" objeto pessoal de idosa e protagoniza uma das cenas mais engraçadas da internet

Um cachorro preto “ladrãozinho” protagonizou uma cena hilária que viralizou nas redes sociais.  Com quase 740 mil curtidas no T...

Gato

Gato fofoqueiro acorda todo dia de madrugada por um motivo especial

Gatos são super observadores e estão sempre atentos a tudo. Além disso, para quem pensa que não, os bichanos podem, sim, ser bem com...

Adote um animal

Mulher compra "Lulu da Pomerânia" e toma um susto quando o pet cresce mais que o esperado

O Lulu da Pomerânia chama atenção por sua pelagem exuberante e personalidade simpática. Geralmente, cães dessa raça pesam até 3,5 kg...

Cuidados

Da tentativa de afogar banhista a carinho de estranhos: Golden vai à praia e tutor lista tudo que cachorro aprontou

O Golden Retriever é uma raça de cachorro conhecida pela energia inesgotável e pela enorme paixão por água, características que torn...

Comportamento

Cachorro "rouba" objeto pessoal de idosa e protagoniza uma das cenas mais engraçadas da internet

Um cachorro preto “ladrãozinho” protagonizou uma cena hilária que viralizou nas redes sociais.  Com quase 740 mil curtidas no T...

Gato

Gato fofoqueiro acorda todo dia de madrugada por um motivo especial

Gatos são super observadores e estão sempre atentos a tudo. Além disso, para quem pensa que não, os bichanos podem, sim, ser bem com...

Ver todas