close
Saúde

Dermatite em gatos: saiba mais sobre a atopia e como tratar

Atualizado · 02 de junho de 2020 · 17h00

Publicado · 10/12/2019 · 17h35

Dermatite em gatos: a coceira intensa é o principal sintoma do problema
Dermatite em gatos: a coceira intensa é o principal sintoma do problema

A dermatite em gatos pode ser bem comum. Assim como os cães, os felinos podem apresentar reações alérgicas provocadas por diversos agentes alérgenos, como poluição, ácaros, pólens, fungos e até produtos químicos. A dermatite atópica nos gatinhos se caracteriza pela irritação da pele, que pode vir acompanhada de feridas e até queda de pelos. A maioria dos estudos indicam que o desenvolvimento do problema no organismo do animal tem um fator genético - ou seja, é passado da fêmea ou do macho para os filhotes. Abaixo, conheça mais sobre a dermatite em gatos e saiba como identificar e como tratar a doença!

Como identificar a dermatite atópica nos gatinhos?

A coceira intensa é o sinal mais comum de que o seu bichano pode estar tendo uma reação alérgica, mas é preciso juntar outros fatores para determinar um diagnóstico correto, já que isso pode indicar uma série de problemas. Por isso, ao perceber qualquer coisa estranha no corpo do seu gato, não deixe de levá-lo ao veterinário para uma avaliação.

A intensidade das coceiras pode ser um alerta: se o seu gatinho não para de buscar uma forma de aliviar o incômodo, seja com a pata, dentes, língua ou se esfregando demais nos móveis e objetos, pode ser um caso de dermatite. Com isso, é “normal” que ele apareça com feridas ou arranhões pelo corpo causados por essa eterna tentativa de acabar com a coceira. Além desses já mencionados, outros sintomas também podem surgir, como:

  • Otite e outras infecções na região do ouvido
  • Falha de pelo (alopécia)
  • Aparecimento de caroços na pele
  • Lambedura em excesso da região machucada
  • Manchas vermelhas nas patas, orelhas, face, axila e barriga
  • Pele irritada
Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    As próximas imagens são fortes.
    As próximas imagens são fortes.
    Dermatite em gatos pode causar falha de pelo e problemas de otite
    Dermatite em gatos pode causar falha de pelo e problemas de otite
    A dermatite atópica causa feridas, manchas vermelhas, caroços na pele e irritação.
    A dermatite atópica causa feridas, manchas vermelhas, caroços na pele e irritação.
    Dermatite: gato precisa receber tratamento para controle da doença pelo resto da vida
    Dermatite: gato precisa receber tratamento para controle da doença pelo resto da vida
    As próximas imagens são fortes.
    Dermatite em gatos pode causar falha de pelo e problemas de otite
    A dermatite atópica causa feridas, manchas vermelhas, caroços na pele e irritação.
    Dermatite: gato precisa receber tratamento para controle da doença pelo resto da vida

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Dermatite em gatos: tratamento é essencial para controlar o problema

    A dermatite atópica é um problema que costuma ser recorrente. Afinal, muitas vezes não há como evitar o contato do animal com o alérgeno. A doença não tem cura, mas pode ser controlada com o acompanhamento recorrente de um veterinário. Ou seja, se trata de proporcionar mais qualidade de vida ao animal! É importante seguir todas as indicações de medicações e recomendações de cuidados com o felino. 

    Normalmente, o tratamento da dermatite em gatos é determinado pela gravidade e áreas afetadas e varia com o uso de corticóides, imunoterapias ou shampoos específicos. Pode ser necessário também fazer uma mudança na dieta do seu gatinho. Converse com o seu veterinário de confiança!

    Dermatite em gatos: como prevenir as crises?

    Nem sempre é possível conter a ação de alguns elementos externos que “ativam” a dermatite atópica nos gatinhos, mas você pode tomar algumas atitudes para prevenir as crises de alergia. Veja algumas dicas

    • Mantenha o ambiente sempre limpo

    Manter a casa e locais em que o gatinho circula sempre limpos é a principal forma de prevenir a dermatite em gatos. Aspiradores de pó e limpezas diárias podem ajudar nesse controle, assim como manter o ambiente sempre arejado. No caso dos ácaros, você pode evitar a proliferação do ambiente com a retirada de almofadas, tapetes e mantas da área onde o felino permanece - já que são os maiores acumuladores desses parasitas - ou utilizar produtos específicos para acabar com o problema. A caminha do gato também precisa ser feita com tecidos hipoalergênicos. 

    • Evite plantas e flores no local onde o gatinho mora

    O pólen das flores é um alérgeno comum causador da dermatite atópica nos gatos. Por isso, você pode abrir mão de ter certas plantas dentro de casa. Além de tudo, algumas podem ser extremamente tóxicas para animais. Sempre pesquise antes de levar uma nova planta para casa. 

    • Use produtos de limpeza hipoalergênicos

    Os gatos, ainda que gostem muito de ficar em lugares mais altos, também podem deitar e rolar no chão, se esfregando em produtos químicos que podem desencadear uma crise de alergia. É importante sempre escolher produtos de limpeza que são próprios para quem tem animais de estimação em casa. Apesar de serem mais caros que os produtos convencionais, vale o investimento para evitar esse incômodo no seu pet.

    • Faça um controle mensal de pulgas e carrapatos no bichano

    É importante manter o remédio antipulgas do seu gatinho sempre em dia, mesmo que ele não saia de casa. Você também pode optar pelo uso de coleiras específicas para afastar parasitas. Em todo o caso, fale antes com o veterinário para que ele possa recomendar a melhor opção para um animal alérgico.

    Redação: Júlia Cruz

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Próxima matéria

    Cio de cachorro: 6 curiosidades comportamentais sobre a fêmea nesse período

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato
    Raças

    Van Turco: saiba tudo sobre essa raça de gato

    Já ouviu falar no gato Turkish Van? Também chamado de Van Turco ou o contrário, Turco Van, o animal desta raça é muito cobiçado e especial aos olhos dos amantes de felinos. Extremamente dócil e cativante, não é muito difícil entender por que as pessoas se apaixonam por esse bichano de pelagem felpuda e macia. Mas afinal, que outras características são típicas desta raça de gato? Como é a personalidade dele? Que cuidados são necessários no dia a dia do gatinho? Para desvendar todas essas questões, preparamos uma matéria com tudo que você precisa saber sobre o Van Turco. Dá só uma olhada!

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça
    Pequenos

    Fox Terrier: características físicas, personalidade, cuidados e muito mais... saiba tudo sobre a raça

    Os cães do grupo Terrier fazem sucesso por onde passam, e com o Fox Terrier não é diferente. Ele representa perfeitamente as raças de cachorro desse grupo: é animado, ativo, cheio de energia, habilidoso e, claro, incrivelmente fofo. Muitas pessoas chegam a confundi-lo com o Fox Paulistinha, uma raça de Terrier originária do Brasil que descende do cruzamento do Fox Terrier com outros cães. No entanto, esses dois doguinhos são bem diferentes entre si, especialmente no que diz respeito à pelagem e traços físicos.

    Quantas horas um gato dorme por dia? Gatos sonham? Saiba tudo sobre o ciclo do sono dos felinos
    Comportamento

    Quantas horas um gato dorme por dia? Gatos sonham? Saiba tudo sobre o ciclo do sono dos felinos

    Não há nada mais fofo do que ver um gato dormindo. Essa, inclusive, é uma cena bastante comum na vida dos pais de pet, já que os felinos aproveitam boa parte da vida intercalando sonecas. Mas você já parou para pensar quantas horas dorme um gato? Às vezes parece até que esse ciclo dura o dia todo… será que esse é um comportamento normal ou pode ser motivo de preocupação? O que os gatos sonham (se é que ele sonham)? São muitas perguntas que precisam ser respondidas, mas não se preocupe. 

    Ver Todas >

    Gato com diarreia: o que fazer?
    Saúde animal

    Gato com diarreia: o que fazer?

    O gato com diarreia é motivo de preocupação, pois este é um forte indicativo de que algo não vai bem no sistema digestivo do seu felino. A diarreia em gatos pode atingir desde o filhote ao gato adulto e saber como prevenir ou agir neste momento, até a próxima visita ao veterinário, pode ajudar o seu pet a lidar com esse problema que pode ser muito desagradável aos felinos e tutores. O Patas da Casa reuniu algumas informações muito importantes para ajudar você, que busca evitar mais sofrimento ao felino, mas não sabe oque fazer ao ver seu gato com diarreia.

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?
    Saúde animal

    Fezes de cachorro com gosma: o que pode ser?

    Normalmente, o cocô de cachorro apresenta uma coloração amarronzada e consistência firme. Quando sua aparência se torna diferente, é importante ligar o sinal de alerta. Um dos problemas mais observados é a presença de sangue nas fezes do cachorro. Porém, existe outra condição comum que chama a atenção: as fezes de cachorro com gosma. Existem diversos motivos por trás dessa condição. Muitas vezes, as fezes de cachorro com muco são apenas consequência de mudanças alimentares. 

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer
    Saúde animal

    Infecção no pênis de cachorro: o que é, quais as causas e o que fazer

    Devido a sua sensibilidade e exposição, o pênis de cachorro, sem um cuidado e higiene adequados, pode desenvolver algumas infecções. Além de ocasionar graves ferimentos ao órgão do animal, esses males podem comprometer o pênis do cachorro e trazer muita dor, principalmente no momento de urinar. Para evitar este sofrimento ao seu pet, é importante inspecionar a saúde geral do animal.

    Otohematoma em cães: o que é a doença que deixa a orelha de cachorro inchada?
    Saúde animal

    Otohematoma em cães: o que é a doença que deixa a orelha de cachorro inchada?

    O otohematoma é uma doença que acomete a orelha de cachorro e causa bastante incômodo no animal. Apesar do termo não ser tão conhecido, o otohematoma em cães é bastante comum. A orelha inchada de cachorro é um dos principais sintomas dessa condição que costuma aparecer quando o cão está com outra doença base. O Patas da Casa conversou com o médico veterinário especialista em dermatologia Roberto Teixeira. 

    Ver Todas >