Cachorro

Comportamento canino: por que os cachorros cheiram o rabo dos outros?

Descubra por que um cachorro cheira o outro a seguir!
Descubra por que um cachorro cheira o outro a seguir!

O comportamento canino é repleto de hábitos curiosos e intrigantes. Quem nunca se perguntou por que o cão fica girando em círculos antes de fazer cocô? Ou por que esses animais gostam tanto de rolar na grama (e às vezes até comê-la)? Mas dentre tantos costumes, um dos mais enigmáticos é por que cachorro cheira o outro quando eles se esbarram nos passeios e caminhadas, mesmo que nunca tenham se visto por aí. Para desvendar esse mistério, o Patas da Casa foi atrás de respostas. Veja só o que nós descobrimos sobre o assunto!

Cachorro cheirando o rabo do outro: entenda os motivos!

Sempre que um cachorro encontra com outro, uma das primeiras coisas que ele faz é cheirar o rabo e outras partes do corpo do seu novo amigo. No entanto, esse é um comportamento que desperta muitas dúvidas, porque é algo que parece ser muito íntimo, certo? Errado. O motivo por que cachorro cheira outro (inclusive na região do bumbum) é simples: essa é uma forma de cumprimento entre os cães, e que não está relacionada à intimidade que eles têm um com o outro.

Os cachorros possuem estruturas localizadas no reto que são chamadas de glândulas anais, e elas exalam um odor bastante específico em cada animal. Sendo assim, quando vemos um cachorro cheirando o rabo do outro é porque ele está tentando conhecer melhor o novo companheiro de quatro patas. Com isso, ele consegue identificar informações como: se é macho ou fêmea, a dieta que o cão segue e até mesmo o estado emocional dele. Esse processo também permite que eles descubram se já se conhecem ou nunca se esbarraram antes.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    O cachorro cheirando o rabo do outro é uma forma de cumprimento
    O cachorro cheirando o rabo do outro é uma forma de cumprimento

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)
    Comportamento animal

    Mordida de gato: 6 coisas que motivam esse comportamento nos felinos (e como evitar!)

    Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar. A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude. Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

    Comportamento canino: o olfato é um dos principais meios de comunicação dos cães

    O olfato canino é extremamente poderoso, e é uma das principais formas que os cachorros têm de se relacionar com o mundo. Eles possuem cerca de 200 milhões de células olfativas, tendo esse sentido até 40 vezes mais apurado do que os humanos, que possuem apenas 5 milhões de células sensoriais. Isso quer dizer que os cachorros conseguem distinguir uma grande quantidade e variedade de odores ao seu redor, e, além disso, também possuem o que chamamos de “memória olfativa”. Ou seja, na prática os cães conseguem armazenar diferentes tipos de cheiro na cabeça, que podem ser resgatados sempre que o animal tiver contato com o odor em questão. 

    Então, eis outra resposta para a pergunta de “por que um cachorro cheira o outro”: os cães conseguem reconhecer outros doguinhos quando cheiram o rabo deles - o cheiro exalado pelas glândulas anais ficam “guardadas” na memória do animal.

    Veja outras formas de expressão do comportamento canino!

    O cachorro pode até não falar, mas ainda assim ele consegue se comunicar de várias outras formas. O latido, por exemplo, é muito mais do que um simples barulho que o cão faz para chamar sua atenção: muitas vezes essa é a forma que o seu amigo encontra de tentar conversar com os humanos e também com outros animais. Seja para expressar que está feliz, carente, triste, assustado ou até mesmo com fome. Outro ponto muito importante é a linguagem corporal canina, que inclui desde o movimento das orelhas até a posição do rabo do cachorro. Mas lembre-se: a análise da postura dos doguinhos sempre deve ser feita em conjunto, e nunca isoladamente. Só assim é possível identificar o que os cães querem dizer.

    Redação: Juliana Melo

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Próxima matéria

    Casco para cachorro faz mal? Quando é indicado? Quais os cuidados?

    Comportamento canino: como socializar cachorros com outros cães?
    Adestramento

    Comportamento canino: como socializar cachorros com outros cães?

    A socialização de cães é uma das maiores preocupações dos donos de animais em geral. Saber que você pode levar o seu cachorrinho para locais públicos sem que ele fique agressivo ou amedrontado na presença de outros animais é o ideal, tanto para você, quanto para ele. Mesmo assim, por causa do instinto de liderança e territorialismo, muitos deles têm dificuldades para se relacionar em ambientes como esse. Por isso, o que não faltam são táticas e truques que você pode colocar em prática para ajudar no comportamento do seu cachorrinho. Confira, aqui embaixo, as dicas do Patas da Casa!

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno
    Pequenos

    Pequinês: tudo o que você precisa saber sobre a raça de cachorro pequeno

    Para quem procura por raças de cachorro pequeno, o Pequinês pode ser a companhia perfeita. Além de se adaptar muito bem a apartamentos e outros espaços reduzidos, esse pequeno cãozinho é dotado de uma personalidade carinhosa, amigável e extremamente leal aos seus humanos. Apesar da baixa estatura, o cachorro Pequinês também é super corajoso, e uma das maiores provas de que tamanho não é documento. 

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande
    Grandes

    Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

    Você já ouviu falar no Dogo Argentino? Essa é uma raça de cachorro que teve origem em um país vizinho ao nosso, a Argentina. Embora pareçam sérios, os cães desta raça são uns amores e têm tudo para te conquistar, principalmente se o que você procura é um amigo de quatro patas bem leal e parceiro. Mas antes de comprar ou adotar um cachorro desta raça, que tal conhecê-lo um pouco mais a fundo? 

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar
    Cachorro

    100 curiosidades sobre cachorros que vão te impressionar

    Todo mundo sabe que o cachorro é o melhor amigo do homem, mas será que você realmente conhece o seu amigo de quatro patas? Existem várias curiosidades sobre cachorro que muitas vezes surpreendem a gente. Seja por causa de um comportamento canino que não faz muito sentido na nossa cabeça - como o hábito de “cavar” antes de dormir -, ou seja porque nunca pesquisamos muito a fundo sobre a anatomia do cachorro. 

    Ver Todas >

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino
    Comportamento animal

    Por que o olho de gato brilha no escuro? Veja essa e outras curiosidades sobre o olhar felino

    Quem nunca se perguntou se o gato enxerga no escuro ou até mesmo se assustou com o olho felino brilhando à noite? O olhar de gato é cheio de particularidades, assim como outras partes do seu corpo. Pais de primeira viagem podem estranhar essas alterações no olhar que são comuns em todos os felinos. Para esclarecer de uma vez por todas essas dúvidas, o Patas da Casa reuniu uma série de curiosidades que vão te ajudar a entender melhor por que a pupila do gato muda de acordo com o ambiente e como os gatos enxergam no escuro. 

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?
    Comportamento animal

    Passear com cachorro: como deixar o pet menos ansioso ao ver a coleira e guia?

    Passear com cachorro é uma das melhores formas de gastar energia dos animais domésticos. Os cães adoram sair de casa, fazer novos amigos e passar um tempo de qualidade com o tutor. O problema é que normalmente a hora do passeio desperta a agitação sem fim nos cãezinhos. Alguns, inclusive, não podem ver a coleira e a guia que já começam a pular e correr pela casa. 

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida
    Comportamento animal

    Brinquedos para cachorro filhote: veja as opções indicadas para o primeiro ano de vida

    O lado brincalhão dos cães permanece em todas as fases da vida. É por isso que os brinquedos para cachorro são super importantes para oferecer mais qualidade de vida ao pet. Mas é importante escolher o ideal para cada cãozinho: assim como existem brinquedos indicados para cada personalidade canina, a idade também influencia na decisão. Os brinquedos para cachorro filhote devem ser adequados para ajudar na dentição e no desenvolvimento do animal. 

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!
    Comportamento animal

    Por que gatos não gostam de carinho na barriga? Veja algumas teorias e explicações!

    Ao contrário do que muitos podem pensar, os gatos são animais que podem, sim, ser amáveis e carinhosos com os seus donos - eles só têm um jeitinho bastante próprio de demonstrar isso. O que acontece é que, diferente dos cães, os felinos são mais reservados e menos expansivos nessas demonstrações de afeto, mas quando é hora de receber carinho, eles gostam (e às vezes até procuram por isso). O problema é que não são todos os lugares do corpo do animal que são indicados para as carícias.

    Ver Todas >