Diversidade pet

Como se preparar para a chegada de um gato com deficiência? Veja dicas e cuidados!

Publicado - 19 Julho 2022 - 12h05

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Um gato com deficiência não precisa ser um motivo para não adotar. No entanto, essa é uma adoção especial que vai demandar muitos cuidados e adaptações na rotina do tutor e da casa onde o pet vai viver. Seja um gato cego, gato surdo ou gato paraplégico, o animal precisa ter a vida mais “normal” possível. Além de muito amor e carinho, alguns acessórios e até mudanças na disposição dos móveis vão ajudar na qualidade de vida do gato deficiente. Veja a seguir algumas dicas de como preparar seu coração e sua casa para acolher um pet especial!

Adotar um gato com deficiência requer responsabilidade redobrada

Nenhuma adoção deve ser feita por impulso, sobretudo se estamos falando de um gato deficiente. Antes de tudo, se pergunte se você tem condições financeiras e emocionais para suprir as necessidades de um pet que pode precisar de maior atenção. E se você mora com outras pessoas, é importante alinhar tudo antes de adotar um gato com deficiência. Todos precisam estar de acordo em relação aos cuidados e adaptações na rotina - e até mesmo atentos para ajudarem o pet em alguma dificuldade no dia a dia.

Gato cego precisa de um ambiente seguro para viver

A segurança é um ponto que não pode ser deixado de lado ao adotar um gato que não enxerga. Além de cuidados básicos, como colocar telas em todas as janelas e manter o pet dentro de casa, o gato cego precisa de outras adaptações no ambiente:

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

  • Evite deixar móveis no meio do caminho para o gato não se esbarrar acidentalmente;
  • Não mude os móveis de lugar com muita frequência. O gato cego vai aprender a se guiar pela memória e tato. Mudar a disposição e organização da casa vai deixá-lo confuso;
  • Opte por tapetes antiderrapantes para evitar que o gato cego escorregue;
  • Se a casa tem escada, é importante controlar o acesso do gato a ela. Mesmo que sejam perspicazes, o gato pode se acidentar;
  • Piscinas e outros locais em que o gato corra risco de cair precisam de cercas ou capas próprias.

O gato cego terá o olfato e tato mais aprimorados para se adaptar mesmo com a deficiência
O gato cego terá o olfato e tato mais aprimorados para se adaptar mesmo com a deficiência

Gato surdo vai precisar que você adeque a forma de se comunicar com ele

Dentre todas as deficiências mais comuns que podem afetar um gato, é provável que a surdez seja a mais “fácil” de lidar, principalmente se ele já nasce com a condição. Isso porque os gatos são animais que sobrevivem muito por instinto e são muito perspicazes. Ainda assim, pode ser necessário mudar um pouco a forma de se comunicar com um gato surdo. Usar mais gestos e expressões faciais vão ajudar na comunicação com o animal. Não se desespere no início! Pode ser que demore um pouco até vocês encontrarem um ponto de equilíbrio nessa relação. Outros cuidados importantes são promover ao animal um ambiente gatificado e com muitos brinquedos que o estimulem em vários aspectos. Além disso, não deixe que o gato surdo tenha acesso a rua e evite assustá-lo.

Gato paraplégico pode viver como qualquer outro bichano

Um gato amputado ou paraplégico vai precisar de adaptações mais complexas na rotina. Dependendo do nível da deficiência, talvez o pet precise de ajuda até mesmo para necessidades básicas, como fazer xixi e cocô - muitas vezes sendo necessário até estimular com massagens próprias ou usar uma fralda própria para pets.

Outra questão importante é com o piso da sua casa. Ele precisa ser plano e não ter frestas que possam machucar o gato enquanto ele se movimenta. O gato se arrastando pode ainda precisar de um protetor nas patas e pernas para evitar feridas com o contato frequente com o chão. Além disso, mantenha o caminho com o mínimo de obstáculos. Nem sempre o carrinho para gato deficiente será necessário, mas depende de muitos fatores e vale testar todas as opções para deixar o animal mais confortável. Em todos os casos, a cadeirinha para gato é apenas um acessório para ser usado de vez em quando.

Não é porque o gato é deficiente que ele vai viver uma vida mórbida. Pelo contrário, como qualquer gatinho ele precisa brincar, descansar e ter uma vida feliz. Nesse caso, invista em caminhas, almofadas e tocas para gatos que sejam fáceis de entrar e sair. Os brinquedos para gatos são super importantes para estimular o pet. Pode ter certeza que com tempo e paciência ele vai encontrar a melhor forma de se divertir, sem que a deficiência seja um empecilho para que tenha uma vida feliz e plena!

Gato com deficiência terá outros sentidos mais aprimorados

Mesmo com a falta da visão ou audição, outros sentidos do pet (que já são muito bons) vão se potencializar para que ele consiga interagir com o ambiente e outros seres vivos. Os gatos, por exemplo, possuem cerca de 67 milhões de células olfativas, o que permite que eles consigam detectar cheiros que na maioria das vezes nem são sentidos pelos humanos. O tato é outro sentido em que os gatos se destacam. Você sabia que o gato pode até mesmo prever um terremoto porque são mais sensíveis às vibrações da terra? Pois é! Já os bigodes do gato vão ajudá-lo na questão do equilíbrio e até noção de espaço.

Redação: Luana Lopes

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Gato

Tutora registra o crescimento de filhote de Maine Coon laranja até ele virar um gato gigante

Quando o assunto é gato gigante, o Maine Coon é uma das raças de mais destaque. O gato Maine Coon é considerado a maior raça do mund...

Gato

As 7 raças de gatos que mais amam conviver com crianças - e os benefícios dessa relação são reveladoras

Para quem tem filhos e sempre quis ter um gatinho em casa, a boa notícia é que existem muitas raças de gatos que se dão bem com os p...

Gato

O motivo pelo qual os gatos amassam pãozinho revela um sentimento oculto sobre como eles veem os humanos

O gato amassando pãozinho é uma das características que mais despertam curiosidade sobre o universo felino. Se você não está acostum...

Cachorro

Esse alimento barato e milagroso promete aumentar a imunidade do cachorro doente. O que especialistas dizem?

A alimentação de cachorro, seja à base de ração ou não, desempenha um papel fundamental na saúde e bem-estar dos animais de estimaçã...

Comportamento

"Dinofauro" da vida real: cadela com mandíbula curta reproduz meme e ganha o coração da internet

Você se lembra do meme do dinofauro, aquele dinossauro de brinquedo azul com problema de dicção que ficou super conhecido no Faceboo...

Comportamento

Mulher vai abastecer o carro e se depara com a cena mais linda do mundo envolvendo frentista e vira-lata caramelo

Existem vários motivos para adotar um vira-lata caramelo. Um deles é porque esses cãezinhos se destacam bastante pelo carisma e doçu...

Gato

As 8 raças de gatos mais brincalhonas e que não dispensam uma boa diversão

Há quem acredite que os felinos não são fãs de brincadeiras devido a natureza sutil e independente da espécie, mas essa afirmação nã...

Ver todas