Cuidados

Como ocorre a alergia a gatos? Veja o infográfico para entender de uma vez por todas!

A alergia a gatos é um problema mais comum do que a gente imagina. Espirros, congestão nasal e olhos aquosos ou avermelhados são sintomas típicos nas pessoas que sofrem com o problema. A alergia a pelo de gato não surge de repente e nem está ligada exclusivamente aos pelos do animal, ao contrário do que muitas pessoas pensam. Existe todo um processo por trás disso e tudo começa com a língua do gato. Isso mesmo! Para entender melhor quais são as etapas desse processo e como a alergia a gato se desenvolve, o Patas da Casa preparou um infográfico com tudo que você precisa saber sobre o assunto.

Alergia a gatos: saiba como e por que esse problema acontece
Alergia a gatos: saiba como e por que esse problema acontece

Mais Lidas

Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal
Cuidados dos animais

Veja 7 dicas de como acabar com carrapatos no quintal

O carrapato em cachorro, assim como as pulgas, é uma das principais causas de aborrecimento nos donos de pets. Mesmo usando coleiras ou remédio para carrapato, o animal não está livre de pegar esses parasitas tão incômodos e que podem causar problemas graves. Às vezes, um simples passeio ao ar livre já pode gerar dores de cabeça se o local estiver infestado. Para controle, é importante não só proteger o animal, mas também fazer uma limpeza do ambiente: estudos mostram que os carrapatos podem sobreviver até 200 dias em um lugar sem se alimentar. Pensando nisso, vamos te ensinar como acabar com carrapatos no quintal com ingredientes que você pode ter em casa.

Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato
Cuidados dos animais

Os 10 erros mais comuns na hora de cuidar de gato

Até mesmo os tutores mais experientes podem cometer alguns erros quando o assunto é cuidar de gato. Uma dúvida muito comum, por exemplo, é se a castração de gato é realmente necessária. Além disso, muitos humanos cometem o erro de tratar os felinos como se eles fossem cães, embora eles tenham comportamentos claramente distintos. No geral, os gatos são mais reservados, independentes e valorizam muito sua privacidade, diferente dos cachorros. P

O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!
Cuidados dos animais

O que fazer para o cachorro parar de marcar território: 7 dicas para lidar com o xixi fora do lugar!

Ter um cãozinho em casa é só alegria, mas é sempre bom que o dono esteja preparado para lidar com alguns comportamentos inconvenientes do animal. Um deles é o xixi fora do lugar para deixar o cheiro em todos os cantos da casa. O que fazer para o cachorro parar de marcar território? O costume é desagradável e pode até tirar o sossego de muitos tutores por aí. Para te ajudar, separamos algumas dicas para evitar que o cachorro marque território em casa e faça xixi onde não deve. Acompanhe!

5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas
Cuidados dos animais

5 motivos pelos quais seu cachorro coça as orelhas

Mesmo que muitas vezes sejam esquecidas na hora dos cuidados, as orelhas do seu cachorrinho são bem sensíveis e precisam de bastante atenção. De vez em quando, é comum que algum incômodo pontual faça o seu cachorro ficar coçando a orelha, mas quando isso se torna algo frequente e você percebe um incômodo maior no animal, vale a pena ficar atento.

Alergia: gato produz uma proteína que provoca reações alérgicas nos humanos

Antes de mais nada, é importante entender que quem tem alergia a gato não tem alergia ao animal em si e nem aos pelos dele. O que acontece é que os felinos produzem uma proteína nas glândulas salivares e sebáceas - chamada de Fel d1 - que fica presente principalmente na saliva do gato. Dessa forma, quando o animal usa a própria língua para se limpar, ele acaba espalhando o alérgeno por toda a extensão do corpo e da pelagem. Vale destacar que não são todas as pessoas que são sensíveis a essa substância, mas quem tem essa sensibilidade geralmente sofre com a alergia de gato. 

Alergia a gato: sintomas mais comuns são espirros, coceira e olhos lacrimejando

Fique atento aos sinais da alergia a gatos: sintomas da reação alérgica normalmente aparecem logo após o contato com um felino. As reações alérgicas não são muito diferentes de outros tipos de alergia, logo os principais sinais clínicos são espirros frequentes, coceira e lacrimação dos olhos. Além disso, quem sofre com alergia a gato também pode ter dificuldade para respirar, secreção nasal (nariz escorrendo) e manchas vermelhas no rosto. 

Ao identificar um ou mais sintomas, é fundamental procurar a ajuda de um médico especializado, como um alergologista, para receber o diagnóstico correto. O profissional é capacitado para realizar uma série de testes para saber se o paciente tem alergia a gatos ou não. Em caso positivo, ele indicará o tratamento mais adequado para a situação.

Alimentação pode contribuir para reduzir os efeitos da alergia a gato

Uma pesquisa recente feita pelo Instituto Purina descobriu que é possível neutralizar as atividades da proteína Fel d1, responsável pela alergia de gato, sem comprometer a produção da substância e nem a saúde dos animais. Agora a ideia é implementar esses agentes neutralizadores nas fórmulas de ração para gato e outros alimentos destinados aos felinos. 

A vantagem de tudo isso é fornecer uma alimentação que, além de ter todos os nutrientes necessários para manter o bichano saudável, também vai ajudar a melhorar a convivência com humanos que têm alergia a gato - facilitando, inclusive, a adoção.  Além disso, outros cuidados no dia a dia ajudam a amenizar as reações alérgicas, como limpar a casa frequentemente e escovar os pelos do gato todos os dias.

Redação: Juliana Melo

Vantagens e desvantagens do jornal para cachorro

Próxima matéria

Vantagens e desvantagens do jornal para cachorro

Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino
Raças

Gato Birmanês: conheça todas as características desse adorável felino

O Birmanês, que também é conhecido como gato Sagrado da Birmânia, é um animal super dócil e elegante que tem muita história para contar. O gato da Birmânia é descendente de animais que eram venerados como deuses entre o século XV e XVI nos templos budistas do sudeste asiático. Muito sensível, a raça de gato é conhecida pelo companheirismo, já que se apega facilmente à família humana. O gato Birmanês gosta de explorar e é curioso, mas diferente dos outros gatos, ele gosta da estabilidade do chão e não gosta muito de altura.

Gato Angorá: conheça todas as características da raça!
Raças

Gato Angorá: conheça todas as características da raça!

Pelagem branca, olhos claros, orelhas grandes e pontiagudas: essas são as características mais comuns do gato Angorá. A raça é muito antiga e esbanja beleza por onde passa. De origem turca, hoje em dia é até raro encontrar por aí um felino dessa raça - os Angorás chegaram até a ser considerados extintos depois da Segunda Guerra Mundial. A elegância desse gatinho tem tudo a ver com a sua personalidade: muito sociável, o gato Angorá é uma ótima companhia e ama um bom carinho. Para conhecer mais sobre essa raça, preparamos um material com as principais informações sobre ela, desde curiosidades até os principais cuidados com a saúde. Chega mais!

Já ouviu falar no gato escaminha? É uma raça de gato ou um padrão de cor? Tire todas as suas dúvidas!
Raças

Já ouviu falar no gato escaminha? É uma raça de gato ou um padrão de cor? Tire todas as suas dúvidas!

A definição de gato Escaminha, também conhecido como “gato escama de tartaruga”, ainda causa estranheza. Com sua pelagem em tons pretos e laranja, é difícil não reparar no felino. Mas, afinal, do que se trata o gato Escaminha? Ele é uma raça de gato, ou não passa de um padrão de cores do animal? O fato é que muita gente tem dúvidas sobre o gato Escaminha e, ao procurar na internet, poucas informações são dadas a respeito do felino.

Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!
Saúde

Diabetes em gatos: entenda os perigos e como prevenir a doença!

A diabetes é muito comum entre os humanos, mas você sabia que os felinos também podem sofrer com a doença? A diabetes em gatos é uma doença grave e capaz de atrapalhar a qualidade de vida do felino em vários níveis se não for tratada corretamente. A patologia requer acompanhamento médico, tratamento constante e, muitas vezes, aplicação de insulina diariamente. É um caso específico de endocrinologia, que requer atenção para não prejudicar mais ainda a saúde do animal, principalmente se ele for um gato obeso. Para tirar todas as dúvidas sobre o assunto e aprender a cuidar de gato com a doença, nós conversamos com o médico veterinário Rafael Cunha, do Rio de Janeiro!

Ver Todas >

Como viajar com cachorro de ônibus? Veja as regras e cuidados importantes!
Cuidados dos animais

Como viajar com cachorro de ônibus? Veja as regras e cuidados importantes!

Nada parte mais o coração de um tutor do que ter que viajar e não poder levar o seu filho de quatro patas junto. Afinal, os cães fazem parte da nossa família e uma das melhores coisas é poder compartilhar esses momentos com eles. Mas sabia que com o planejamento certo é super possível viajar com cachorro? Existem várias opções viáveis e uma delas é a viagem de ônibus. 

Cachorro com medo de trovão: veja algumas dicas para acalmar o pet
Cuidados dos animais

Cachorro com medo de trovão: veja algumas dicas para acalmar o pet

Não é incomum encontrar um cachorro com medo de chuva e de trovão. O barulho da tempestade gera em alguns cães um sentimento tão grande de insegurança que eles perdem o controle de suas próprias emoções. Toda aflição provocada pelo perigo que o som da chuva e trovão representa pode influenciar no comportamento do cãozinho, como tentativa de fuga, destruição e até agressividade. É importante observar como o cãozinho reage nessas situações e buscar formas de reverter o medo que ele sente. 

Lhasa Apso tosado: veja os cortes mais indicados para a raça de cachorro
Cuidados dos animais

Lhasa Apso tosado: veja os cortes mais indicados para a raça de cachorro

Manter os pelos do cachorro bonitos e saudáveis é dever de todo tutor, principalmente para quem é dono de raças mais peludinhas, como o Lhasa Apso. Por isso, alguns cuidados básicos do dia a dia - como a escovação, banho e tosa - são indispensáveis, tanto por uma questão de higiene, como também para deixar o cãozinho com uma boa aparência. No caso do Lhasa Apso, a tosa pode sofrer diferentes modificações e o cachorro pode usufruir de tipos de cortes e penteados para todos os gostos. Quer conhecer um pouco mais sobre os tipos de tosa para Lhasa Apso? É só dar uma olhada na matéria que preparamos a seguir!

Banho em gato: entenda de uma vez por todas porque não é recomendado
Cuidados dos animais

Banho em gato: entenda de uma vez por todas porque não é recomendado

Já parou para se perguntar se pode dar banho em gato? Esse é um assunto bastante polêmico e que desperta muita dúvida na maioria dos tutores (principalmente nos pais de primeira viagem). Como muitos sabem, os felinos são animais que cuidam da sua própria higiene e fazem a autolimpeza diariamente com a própria língua, então em muitos casos os médicos veterinários não indicam o banho em gato.

Ver Todas >