Comportamento

Como montar uma árvore de natal à prova dos gatinhos?

Luzes que piscam e enfeites: gatos e árvores de natal possuem uma relação bem curiosa!
Luzes que piscam e enfeites: gatos e árvores de natal possuem uma relação bem curiosa!

Não é difícil encontrar diversos vídeos na internet mostrando a complexa relação entre gatos e árvores de natal. Gatos são animais muito curiosos, então imagina só como o pisca-pisca, os enfeites coloridos e até os presentes são elementos muito atrativos para eles. Essa relação curiosa tem uma explicação: o aguçado instinto caçador dos felinos. Para você não precisar prender a árvore no teto e nem deixá-la em um cercadinho, separamos algumas dicas de como montar a sua árvore de natal à prova de gatos. Ficou curioso? Então continue acompanhando!

Gatos e árvores de natal: entenda essa relação curiosa!

Guirlandas, bolinhas, sinos, enfeites pendurados e várias luzinhas piscando: imagina só como o seu gatinho se sente vendo tanta informação e “coisas legais para brincar” na sua frente. A árvore de natal é um fascínio para os bichanos, isso porque eles são caçadores por natureza e todo esse estímulo os instiga a expressarem esse comportamento. Como são animais que costumam gostar bastante de estar no alto de móveis e prateleiras, eles não se preocupam muito com o tamanho da árvore. Para eles, o que importa é capturar a presa de qualquer jeito. Não tem outra: em questão de segundos a sua árvore pode estar no chão.

Antes de brigar com o seu gatinho, entenda que os objetos suspensos funcionam como uma varinha para gatos, que os estimula a pular e caçar. As luzes, que piscam de forma constante, remetem a pequenas presas. Na ponta da árvore, então, há uma presa ainda maior e solitária - um alvo que os felinos acham muito fácil de ser capturado. Por outro lado, cuidar de gato também é garantir a segurança dele, certo?! A queda da árvore ou dos enfeites pode machucar o felino, portanto você precisa promover um ambiente seguro. O que podemos fazer, então para ter uma relação harmônica entre gatos e árvores de natal?

Descubra se você é um cachorro ou um gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

No fim de semana, você é o amigo que...?

As férias estão chegando! Vai viajar?

Chegou a hora de escolher a comida! Quem é você?

Que música você escolhe para arrasar no karaokê?

E sobre seus cuidados de beleza?

Vai ficar em casa com o mozão? Você prefere:

Ihhh, você recebeu uma crítica no trabalho… Como reage?

Você é um cachorro! Você é um gato! Você é um gatorro!
    É importante cuidar de gato para que ele não se machuque ao brincar com a árvore
    É importante cuidar de gato para que ele não se machuque ao brincar com a árvore
    Gatos e árvores de natal: separamos dicas de como ter uma árvore à prova de felinos
    Gatos e árvores de natal: separamos dicas de como ter uma árvore à prova de felinos
    É importante cuidar de gato para que ele não se machuque ao brincar com a árvore
    Gatos e árvores de natal: separamos dicas de como ter uma árvore à prova de felinos

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Comportamento animal

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia
    Comportamento animal

    As 7 raças de cachorro que mais precisam gastar energia

    Manter a frequência de passeios no dia a dia do seu amigo de quatro patas é algo necessário para todas as raças de cachorro. Além dos benefícios que a socialização desses momentos traz, para muitos animais, essa caminhada é atividade física suficiente para o gasto de energia diário. Raças mais preguiçosas, que só devem se movimentar para manter a saúde, não precisam de muito tempo dedicado a essa área, mas nem todas são assim: para equilibrar, existem algumas raças de cachorro têm energia de sobra. Pensando no bem da saúde do seu animal e buscando evitar que ele desconte essa disposição acumulada em outras partes da casa, nós separamos algumas raças que precisam de agitação para ficar bem no dia a dia. Dá uma olhada!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Comportamento animal

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele
    Comportamento animal

    Amor de gato: 10 formas do seu bichano dizer que você é muito importante para ele

    Se você tem um felino em casa, com certeza já deve ter se questionado como saber se seu gato te ama. Pelo fato dos felinos serem muito reservados, e às vezes independentes, fica mais difícil decifrar o amor de gato - diferente dos cães, que expressam isso de um jeito eufórico e quase exagerado. Os bichanos demonstram afeto pelos humanos de um jeito delicado e único, com atitudes que podem até passar despercebidas.

    Gatos e árvore de natal: alguns truques podem te ajudar

    Não precisa abrir mão de ter uma árvore de natal. Algumas pessoas costumam cercar a árvore para o felino não se aproximar, mas isso nem sempre funciona, pois alguns gatinhos gostam mesmo de pular no topo da estrutura. Assim, separamos algumas dicas que podem ajudar a melhorar essa relação entre gatos e árvores de natal - sem prejudicar o animal e nem acabar com a magia da celebração. Confira: 

    1) Coloque papel alumínio ou fita crepe na base da árvore 

    Se o seu gatinho tem o hábito de brincar com os presentes e enfeites que ficam mais perto da base da árvore, você pode cercar o suporte com papel alumínio ou fita crepe. Os gatos não gostam desses materiais, nem para arranhar as unhas e nem para pisar, pois podem grudar na patinha. Essa alternativa não machuca o animal e, na verdade, vai fazer com que ele entenda que, ao chegar perto da árvore, pode pisar em algo que não gosta. 

    2) Considere uma árvore de natal menor

    Claro que uma árvore de natal grande e cheia de enfeites chama a atenção, mas você pode ter uma árvore menor e deixá-la tão bonita quanto uma grande. Além disso, se o gato pular em uma árvore pequena, o estrago será mais fácil de resolver.

    3) Espere um pouco antes de decorar a árvore de natal

    Que tal dar um tempo para o seu gatinho se acostumar com a árvore? Ao invés de montar tudo de uma vez e aguçar a curiosidade do bichano, experimente decorar a árvore aos poucos. No primeiro dia, deixe a árvore sem nenhuma decoração e observe como ele reage. Depois, coloque as bolinhas, as luzes, e vá observando o que atrai ou não o seu gato. Assim, você vai saber exatamente o que o deixa fascinado e poderá evitar essas decorações para manter a árvore em pé.

    4) Evite reforçar esse comportamento ao brincar com o gato

    É muito bonitinho quando o gato faz gracinhas para pegar um objeto que fica suspenso, mas ao achar isso legal, estamos reforçando um comportamento que mais tarde pode levar à queda da árvore. Quando ele manifestar o interesse de brincar, procure outros brinquedos que ele goste e redirecione a atenção dele.

    5) Use enfeites de outros materiais e que vão atrair menos a atenção do gatinho

    Sabemos que para algumas pessoas é muito importante ter uma árvore de natal impecável. Mas você pode procurar outros enfeites que chamam menos a atenção do gato e que vão continuar deixando a árvore bonita, como enfeites de feltro e papel, que ao caírem não vão quebrar. Bolinhas de plástico, por exemplo, podem ser tão elegantes quanto as bolinhas de materiais menos resistentes. Evite usar o festão, que pode asfixiar o gato. 

    Redação: Júlia Cruz

    Fantasia de Halloween para cachorro: 4 ideias fáceis para colocar em prática

    Próxima matéria

    Fantasia de Halloween para cachorro: 4 ideias fáceis para colocar em prática

    Nomes para gatas: confira uma lista com 100 sugestões para chamar a sua gatinha
    Adoção

    Nomes para gatas: confira uma lista com 100 sugestões para chamar a sua gatinha

    Na hora de adotar um gato, existe uma série de fatores que devem ser levados em consideração, entre eles como você chamará o animal. Quando se trata de nomes para gatas, é comum que as opções mais fofas e meigas sejam as favoritas entre os tutores. Mas a verdade é que existem centenas de opções de nomes para gatos fêmeas que podem entregar as características físicas e, principalmente, a personalidade da nova integrante da família. 

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos
    Saúde

    PIF felina: conheça a Peritonite Infecciosa e saiba como a doença se desenvolve nos gatinhos

    Os gatinhos, ao longo da vida, podem se deparar com três doenças muito graves: a FIV (Imunodeficiência Felina - também conhecida como a AIDS felina), a FeLV (Leucemia Felina) e a PIF. A última, conhecida como Peritonite Infecciosa Felina, é menos comum que as outras duas, mas tão prejudicial quanto. A doença também não possui cura e nem tratamento. Quer saber mais sobre essa doença tão prejudicial à saúde dos gatos? Conversamos com o médico veterinário Frederico Lima, do Rio de Janeiro. Chega mais!

    Leucemia Felina: veterinária lista os principais sintomas da FeLV nos gatinhos
    Saúde

    Leucemia Felina: veterinária lista os principais sintomas da FeLV nos gatinhos

    Ao adotar um gatinho, a primeira coisa que você precisa fazer é se certificar que o animal é negativo para FIV (Imunodeficiência Felina - ou AIDS felina) e FeLV (Leucemia Felina). No caso da FeLV, então, o cuidado precisa ser redobrado, já que os sintomas aparecem de acordo com a fase em que a doença acomete os felinos. Para entender ainda mais sobre a leucemia felina e quais são os principais sintomas da doença, o Patas da Casa conversou com a médica veterinária Caroline Mouco Moretti, que é Diretora Geral do Hospital Veterinário Vet Popular.

    Rinotraqueíte felina: saiba tudo sobre a doença respiratória que acomete os gatinhos!
    Saúde

    Rinotraqueíte felina: saiba tudo sobre a doença respiratória que acomete os gatinhos!

    Os períodos de chuva e frio demandam mais atenção ainda com a saúde dos felinos. Mesmo vivendo dentro de casa e sem acesso às ruas, os gatinhos não estão imunes a algumas doenças que podem surgir com as mudança do tempo. Uma delas é a rinotraqueíte felina: se você tem um gato, já ouviu falar sobre ela por ser bem comum entre os bichanos. Mas, se você ainda não sabe muito sobre a doença, não se preocupe, pois o Patas da Casa vai te esclarecer as principais dúvidas sobre a doença. Para isso, conversamos com a veterinária Vivian Valério, do Rio de Janeiro!

    Ver Todas >

    A quantos km o cachorro sente o cheiro do dono? Veja essas e outras curiosidades sobre o olfato canino
    Comportamento animal

    A quantos km o cachorro sente o cheiro do dono? Veja essas e outras curiosidades sobre o olfato canino

    Que os cachorros têm o olfato incrível e muito mais aguçado que os humanos nós já sabemos. Agora, como ele é usado na relação entre o cachorro e o tutor? O cachorro sabe quando o dono está chegando em casa? Essa habilidade determina o “nível” de saudade do humano? São muitas dúvidas sobre esse tema e é importante entender que tudo está relacionado à comunicação canina.

    Como vivem os cachorros selvagens? Conheça algumas raças espalhadas pelo mundo!
    Comportamento animal

    Como vivem os cachorros selvagens? Conheça algumas raças espalhadas pelo mundo!

    Até os cachorros se adaptarem ao convívio humano e se tornarem os melhores amigos do homem, muitas fases evolutivas se passaram. Ainda assim, nem todos os cães do mundo são domesticados. Os cachorros selvagens são considerados os melhores amigos da natureza e têm seus hábitos próprios. Mas você sabia que muitas raças de cachorro selvagens estão sob ameaça de extinção?

    Ratinho de corda para gatos: como o brinquedo funciona?
    Comportamento animal

    Ratinho de corda para gatos: como o brinquedo funciona?

    Os brinquedos para gatos servem não apenas para exercitar o animal como também para estimular a cognição dele. Mesmo os felinos que sempre viveram dentro de casa possuem o instinto de caça, e nada melhor do que explorar esse lado curioso deles: o ratinho para gato é uma boa opção, ainda mais quando o brinquedo é de corda. Com vários benefícios para a saúde física e mental, o ratinho de corda para gatos vai deixar seu bichano entretido por horas.

    7 comportamentos de gatos super estranhos!
    Comportamento animal

    7 comportamentos de gatos super estranhos!

    Se você tem um bichano em casa, provavelmente já deve ter flagrado um comportamento estranho de gato, certo? Seja um hábito curioso na hora de dormir ou uma atitude esquisita e inesperada durante as refeições, os gatos são capazes de despertar bastante curiosidade entre os tutores e até mesmo revelar algumas coisas sobre a personalidade. 

    Ver Todas >