close
Antipulgas

Coleira antipulgas para gatos funciona?

Atualizado · 09 de dezembro de 2021 · 18h52

Publicado · 02/01/2020 · 17h04

Coleira antipulgas para gato é uma opção vantajosa? Conheça o produto abaixo!
Coleira antipulgas para gato é uma opção vantajosa? Conheça o produto abaixo!

As pulgas também podem atingir os gatos, mesmo aqueles que não têm acesso a rua ou contato com outros animais. Assim como nos cães, os parasitas causam muito incômodo nos felinos. Elas costumam ficar na região das costas, patas traseiras, rabo e pescoço, e podem ser difíceis de visualizar. Em todos os casos, se o seu gatinho está se coçando ou fazendo a autolimpeza em excesso, é bom ficar atento. Para evitar esse problema, é essencial que você inclua na rotina de cuidados algo para controlar os parasitas: uma opção é a coleira antipulgas para gatos. Como o produto ainda não é muito comum entre os pais de gatinhos, explicamos tudo que você precisa saber aqui embaixo. Confira!

Antipulgas para gatos: como funciona a coleira?

Acabar com as pulgas em gatos não é uma tarefa difícil. Dentre todas as opções (spray, comprimidos, shampoos medicamentosos ou sabonetes), a coleira antipulgas para gatos tem a vantagem de durar mais: o intervalo mínimo é de dois meses, mas há modelos que prometem proteção por até oito meses. Mas como funciona? A coleira, quando colocada no pescoço do seu gatinho, começa a liberar uma substância que se espalha por todo o corpo do animal. Os componentes do produto são tóxicos para os parasitas (alguns modelos também agem contra carrapatos e ácaros), mas não oferecem risco para os felinos.

No ponto de vista financeiro, a coleira antipulgas para gatos pode até ser mais cara, mas é vantajosa por ter um efeito mais prolongado - logo, você não precisará fazer a troca todo mês. A Carol Loss, do Rio de Janeiro, usa coleira antipulgas na gatinha Mimi. Por ter a pelagem escura, é mais difícil ainda localizar as pulgas. Apesar da felina viver dentro de casa, sua tutora optou pela coleira para deixá-la mais protegida. “Na primeira vez que ela usou, estranhou o cheiro, mas rapidamente se acostumou e não teve nenhuma reação alérgica. Ela sobe nas camas e nunca achei nada em casa. A coleira funcionou bem”, conta Carol.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Antipulgas para gatos: é muito importante fazer o controle do ambiente para que o felino não seja infestado novamente
    Antipulgas para gatos: é muito importante fazer o controle do ambiente para que o felino não seja infestado novamente

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    Coleira antipulgas para gatos funciona, mas também é preciso controlar o ambiente

    A coleira antipulgas para gatos costuma ser eficaz, mas o produto não faz o controle dos parasitas no ambiente. Por isso, não adianta tratar o animal se ele voltará a ter contato com as pulgas. O local onde ele vive deve estar sempre limpo e higienizado. Sofás, camas, almofadas e outros estofados merecem um cuidado especial: precisam ser lavados com produtos hipoalergênicos. Uma capa protetora também pode ajudar a evitar que as pulgas se instalem nesse tipo de móvel. Além disso, apartamentos e casas com pisos de taco de madeira precisam de um cuidado extra: as pulgas se escondem nas frestas. Produtos específicos podem ser aplicados no ambiente, mas lembre-se de buscar aqueles que não são tóxicos para o animal ou crianças.

    Qual é o melhor antipulgas para gatos?

    Antes de escolher um antipulgas para gatos, é importante avaliar as opções junto com o veterinário. O profissional vai verificar o histórico do animal (alergias, doenças etc) e recomendar as melhores opções. Em todos os casos, vale testar o que melhor se adapta com o gatinho - e com o seu bolso, claro.

    Redação: Júlia Cruz

    Sintomas da gripe canina: infográfico mostra quais são os principais

    Próxima matéria

    Sintomas da gripe canina: infográfico mostra quais são os principais

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato
    Antipulgas

    Coleira antipulgas e carrapatos: tudo sobre o acessório de gato

    Se você tem um bichinho de estimação, provavelmente já ouviu falar da coleira antipulgas para gatos. Essa é uma forma bem eficaz de proteger os pets contra pulgas, carrapatos e outros parasitas indesejados - e sim, é isso mesmo: quando se trata da coleira antipulgas, cachorro não é o único animal que pode se beneficiar. Embora a maioria dos felinos domésticos tenha menos chances de sofrer com infestações de parasitas, a coleira antipulga também pode ser usada pelos bichanos.

    Como acabar com pulgas de cachorro: um guia completo sobre tipos de remédios e coleiras antipulgas
    Pulga

    Como acabar com pulgas de cachorro: um guia completo sobre tipos de remédios e coleiras antipulgas

    Saber como matar pulga de cachorro faz toda a diferença na hora de cuidar da saúde e bem-estar dos nossos amigos peludos. Como o ciclo de vida desses parasitas é acelerado, qualquer mínimo sinal de infestação de pulgas em cachorro requer muita atenção e cuidado, pois o problema pode se agravar bastante se não for tratado a tempo. Então como acabar com pulgas em cachorro, afinal?

    Coleira antipulgas para gatos dura quanto tempo?
    Antipulgas

    Coleira antipulgas para gatos dura quanto tempo?

    A coleira antipulgas para gatos é um importante meio de proteger o felino desses parasitas externos. Muita gente não acredita, porém as pulgas também podem atingir o gato mesmo que ele não tenha acesso à rua ou contato com outros animais. Uma das melhores opções para prevenir o transtorno é o uso das coleiras antipulgas para gatos. Mas você sabe quanto tempo ela dura? 

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?
    Pulga

    Como funciona a coleira antipulgas para cachorro?

    A coleira antipulgas para cachorro tem se tornado uma das formas mais procuradas por tutores para acabar com infestações no cãozinho. Só quem já teve um bichinho que sofreu com pulgas e carrapatos sabe como é muito importante cuidar para que isso não aconteça mais e tratar da maneira mais rápida possível. Com cada vez mais gente apostando na coleira para cachorro antipulgas e carrapatos, é importante saber como exatamente ela funciona e quais cuidados precisam ser tomados para que ela cumpra sua função da melhor forma possível.

    Ver Todas >

    Respiração do cachorro: saiba tudo sobre essa parte da anatomia canina, gripe em cachorro e cuidados
    Saúde animal

    Respiração do cachorro: saiba tudo sobre essa parte da anatomia canina, gripe em cachorro e cuidados

    Conhecer a anatomia canina e a fisiologia animal é fundamental para compreender melhor como o corpo do seu animal de estimação funciona. Você sabia que existe gripe em cachorro, por exemplo? Que um cachorro com respiração curta e rápida pode ter um problema cardíaco? Ou então que é mais comum ver o cachorro gripado no inverno? O Patas da Casa te conta tudo sobre a respiração do cachorro, desde sua anatomia até os problemas de saúde que podem surgir relacionados a ela. Confira!

    Sangue nas fezes do cachorro: tudo sobre o sintoma e quais doenças pode indicar
    Saúde animal

    Sangue nas fezes do cachorro: tudo sobre o sintoma e quais doenças pode indicar

    Ver sangue nas fezes do cachorro sempre assusta qualquer tutor. Por não ser normal, logo se imagina que essa condição é sinal de que algo muito grave está acontecendo na saúde do cachorro. O sangue nas fezes do cachorro - filhote ou adulto - é algo que realmente precisa de atenção e ser bem investigado. Mas a verdade é que existem inúmeras possibilidades para o que pode ser sangue nas fezes do cachorro, algumas delas bem perigosas e outras mais fáceis de serem curadas. O Patas da Casa te explica tudo sobre esse sintoma e conta que doenças essa condição pode estar indicando. Confira!

    Mielopatia degenerativa em cães: 5 perguntas e respostas sobre a doença que pode deixar o cachorro paraplégico
    Saúde animal

    Mielopatia degenerativa em cães: 5 perguntas e respostas sobre a doença que pode deixar o cachorro paraplégico

    A Mielopatia Degenerativa é uma doença de cachorro que assusta muitos tutores por aí. Ela é um mal que acomete a medula espinhal do cão, trazendo uma série de problemas que vão afetar a qualidade de vida do animal até a sua morte. Comparada a esclerose lateral amiotrófica (ELA) em humanos, ela também leva a perda gradual dos movimentos do cão, resultando em um pet que não consegue movimentar suas patas e posteriormente, fazer suas necessidades básicas. Se você desconfia de que seu amigo de quatro patas pode estar com Mielopatia Degenerativa e tem perguntas sobre como lidar com essa enfermidade, respondemos às maiores dúvidas que os tutores costumam ter.

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais
    Saúde animal

    Anatomia felina: tudo sobre a respiração do gato, funcionamento do sistema respiratório, gripe em gatos e mais

    A anatomia do gato vai muito além do que vemos por fora. No interior do bichano, existem diversos órgãos trabalhando juntos e formando sistemas que permitem todo o funcionamento do corpo. Um desses sistemas é o respiratório, responsável pela respiração do gato. Mesmo sendo um dos processos mais importantes que acontecem no corpo, muitos tutores têm dúvidas sobre a respiração. 

    Ver Todas >