Saúde

Bicheira ou berne em gato: saiba como evitar que seu felino tenha o problema

Berne em gato pode se tornar um problema grave. Saiba como prevenir!
Berne em gato pode se tornar um problema grave. Saiba como prevenir!

Feridas e machucados abertos em felinos é um problema muito sério, pois podem causar uma situação muito incômoda: a bicheira (também chamada de míiase) e a berne em gato. A forma de transmissão é a mesma nos dois casos e ocorre quando moscas varejeiras depositam ovos na ferida. A partir disso, os ovos evoluem para larvas no tecido subcutâneo (embaixo da pele) do animal. O ponto positivo é que tem cura, tratamento e prevenção para esses dois problemas. Quer saber como tratar a berne e a bicheira em gato? Nós te ensinamos como cuidar de gato e resolver o problema!

Berne em gato ou bicheira? Entenda a diferença!

Bicheira em gato ou bicheira causam o mesmo sofrimento ao animal: são ovos, depositados por moscas, que vão se tornar larvas e se alimentar do animal enquanto se desenvolvem. Apesar da berne e bicheira serem mencionadas como sinônimos, existem algumas diferenças entre os termos - determinadas pela espécie da mosca, pelo tamanho e local das feridas, e pela quantidade de larvas.

A bicheira é transmitida pela mosca varejeira Cochliomyia hominivorax, enquanto a berne é transmitida pela Dermatobia hominis. A mosca da bicheira deposita seus ovos na ferida aberta do gatinho e se desenvolvem em cerca de 45 dias, quando se tornam larvas que se alimentam de tecidos e músculos do animal. Já a mosca que transmite a berne deposita ovos em outras moscas e até no meio ambiente, mas não diretamente na ferida. De qualquer forma, os ovos se desenvolvem e viram larvas que ficam somente na pele do animal - ou seja, não entram nos tecidos e músculos.

Também existe uma diferença no resultado de cada problema no corpo do gatinho. No caso da bicheira, centenas de larvas podem se desenvolver em uma ferida - facilitando, assim, uma infestação. Já no caso da berne, você só vai encontrar uma larva para cada ferida.

Faça o quiz e descubra se você tem alergia a gato!

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Como você fica ao chegar na casa de um amigo que tem um gato?

O que acontece quando se aproxima de gatinhos na rua ou em feiras de adoção?

As crises alérgicas costumam acontecer:

O que acontece quando você fica perto de alguém que está com a roupa cheia de pelos de gato?

Como seu corpo reage ao entrar em contato com um filhotinho de gato na rua?

Quais são os seus sintomas mais comuns durante uma crise alérgica?

O que você faz para melhorar um quadro de alergia?

É bem provável que você tenha alergia a gatos e precise consultar um especialista As crises alérgicas fazem parte da sua rotina, mas será que é por causa dos gatos? Passe livre para ter um gatinho: você não tem alergia aos bichanos!
    As próximas imagens são fortes!
    As próximas imagens são fortes!
    Bicheira em gatos é um problema bem comum, mas tem tratamento!
    Bicheira em gatos é um problema bem comum, mas tem tratamento!
    O médico é a única pessoa que sabe como tirar berne de gato. Não tente fazer isso em casa.
    O médico é a única pessoa que sabe como tirar berne de gato. Não tente fazer isso em casa.
    Cuidar de gato é essencial para evitar feridas e bicheiras
    Cuidar de gato é essencial para evitar feridas e bicheiras
    As próximas imagens são fortes!
    Bicheira em gatos é um problema bem comum, mas tem tratamento!
    O médico é a única pessoa que sabe como tirar berne de gato. Não tente fazer isso em casa.
    Cuidar de gato é essencial para evitar feridas e bicheiras

    Mais Lidas

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose. Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele. Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!
    Saúde animal

    Doença do carrapato: sintomas, tratamento, tem cura... Tudo sobre o parasita em cachorros!

    A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros. Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

    Como tirar berne de gato?

    A única pessoa recomendada para tirar a berne em gato é o veterinário. É ideal que o seu felino seja levado ao veterinário no momento em que você identificar o problema. As feridas serão examinadas e o médico iniciará um tratamento para recuperar as partes do corpo danificadas pelas larvas.  Não tente remover as larvas por conta própria e nem espremer a ferida com o parasita, pois você pode prejudicar ainda mais o seu bichano. O veterinário vai remover as larvas com os instrumentos corretos e também recomendar medicamentos, como antibióticos e sprays. 

    Bicheira em gato: higiene é essencial para evitar esse problema!

    Não é necessária nenhuma solução extraordinária para evitar a berne ou a bicheira em gato. Na verdade, é até bem trivial: basta manter a higiene do ambiente e do animal em dia. Ainda que os gatinhos não tomem banho com frequência, existem outras maneiras de mantê-los limpos - e vale também investir em coleiras e anti-pulgas com a ação de repelir moscas. Quanto ao ambiente, é importante que a casa seja limpa com frequência e que não tenha acúmulo de lixo que possa atrair moscas. Além disso, a caixa de areia para gatos precisa estar sempre limpa, assim como o espaço em que o animal come. 

    Outra boa dica para evitar tanto a bicheira em gato quanto a berne é cuidar do gato para que ele não se machuque. Apartamentos telados e com locais seguros para o gatinho se locomover são boas estratégias para afastar o problema.

    Redação: Júlia Cruz



    Gato picado por abelha: o que fazer?

    Próxima matéria

    Gato picado por abelha: o que fazer?

    Bicheira ou berne em cachorro: o que é, tratamento e como evitar que seu pet tenha o problema
    Saúde

    Bicheira ou berne em cachorro: o que é, tratamento e como evitar que seu pet tenha o problema

    A berne em cachorro - ou bicheira, como é popularmente conhecida - é um problema mais comum do que parece, principalmente na zona rural, onde há mais presença de moscas e insetos. Causada pelas larvas da mosca varejeira, essa doença se desenvolve embaixo da pele do pet, gerando intenso desconforto para ele a cada vez que o parasita se mexe ou se desenvolve no tecido subcutâneo. Você, certamente, não quer ver o seu cãozinho com dor, não é mesmo? Então, pensando nisso, preparamos uma matéria especial com dicas de como tirar berne de cachorro - caso ele já esteja passando por isso - e, ainda, com os principais cuidados para que esse incômodo nem apareça. Vem conferir!

    Meu gato deita na caixa de areia: saiba como descobrir o motivo e o que fazer para evitar
    Caixa de areia

    Meu gato deita na caixa de areia: saiba como descobrir o motivo e o que fazer para evitar

    A caixa de areia é um dos principais utensílios que você precisa ter assim que recebe um gatinho em casa. Além de ser o único lugar onde o felino faz xixi e cocô, o acessório também é um sinal da personalidade organizada e higiênica que é comum nesses animais. Justamente por isso, quando seu gato começa a passar mais tempo do que o necessário na caixa de areia, deitando no recipiente e, às vezes, até dormindo por ali, você pode ter certeza que alguma coisa está errada! Descubra, aqui embaixo, o que pode estar causando esse comportamento e como você pode ajudar seu gato a parar de deitar na caixa de areia!

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais
    Raças

    Saiba tudo sobre o gato Himalaia: origem, características, personalidade, cuidados e muito mais

    O gato Himalaia é, sem dúvidas, uma das raças mais queridinhas e desejadas pelos amantes de felinos. Ele reúne em sua genética a mistura de outras duas raças que são muito populares: o gato Persa e o Siamês. Ou seja, é carisma e fofura em dose dupla! Além disso, esse gatinho tem uma personalidade super dócil e tranquila, sendo a companhia perfeita para quem sempre sonhou em ter um bichinho de estimação. Se esse é o seu caso, ou se você já tem um gato do Himalaia e quer conhecer tudo sobre ele, essa matéria vai te ajudar bastante. 

    Gato com Down? Saiba mais sobre a condição que acomete os felinos (e na verdade se chama Trissomia)
    Saúde

    Gato com Down? Saiba mais sobre a condição que acomete os felinos (e na verdade se chama Trissomia)

    Alguns gatos podem nascer com traços que se assemelham às características de pessoas com síndrome de down. Então, logo são associados com a condição. Mas, na verdade, o termo “gato com down” não existe quando falamos dos felinos! Quando um bichano nasce com essas características, o nome correto é Trissomia, que ocorre quando há uma anomalia no par de cromossomos 19. Para tirar todas as nossas dúvidas do assunto, conversamos com a médica veterinária Bianca Couto, da The Cat From Ipanema, no Rio de Janeiro.

    Ver Todas >

    Epilepsia em gatos: veterinária tira dúvidas sobre o problema de saúde
    Saúde animal

    Epilepsia em gatos: veterinária tira dúvidas sobre o problema de saúde

    Quando se trata da saúde do gato, todo cuidado é pouco. Assim como acontece com os humanos, os felinos também são vulneráveis a vários problemas bem desagradáveis, como a epilepsia. O distúrbio afeta o sistema nervoso central e gera consequências como a convulsão em gatos. A situação pode assustar bastante os tutores, por isso é importante conhecer cada detalhe da doença. 

    Como aumentar a imunidade do gato? Veja algumas dicas!
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do gato? Veja algumas dicas!

    A preocupação com a saúde dos gatos é inevitável, afinal os bichanos são praticamente como se fossem filhos de quatro patas para os seres humanos. Por isso, além de oferecer uma boa alimentação para esses animais, muitos tutores também procuram por alternativas de como melhorar a imunidade do seu gato para evitar problemas de saúde. Como muitos sabem, a vitamina C é indispensável nessa missão, mas onde ela pode ser encontrada? 

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?
    Saúde animal

    Quais as doenças mais comuns que atingem o sistema digestivo do cachorro?

    O sistema digestivo do cachorro é composto por boca, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus e cada um desses órgãos possui uma atividade específica durante a digestão dos alimentos. O problema é que, assim como ocorre com os humanos, os cães também podem sofrer com algumas doenças que atingem o sistema digestivo canino e que são causadas por fatores que variam desde a ingestão de alimentos contaminados até quadros de estresse ou ansiedade. 

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato
    Saúde animal

    Anticoncepcional para gatos: veterinária aponta os perigos da vacina para cio de gato

    Já parou para pensar como ocorre o cruzamento entre os gatos? Os machos sempre estão dispostos a acasalar, mas as fêmeas precisam estar no período do cio para aceitar a aproximação. O primeiro cio costuma ocorrer quando o animal atinge a puberdade, que normalmente é entre o 8º e o 10º mês de vida. Esse costuma ser um período bastante delicado para todos, que precisam já que a gata passa por uma grande carga de estresse. 

    Ver Todas >