Gato

Bicheira ou berne em gato: saiba como evitar que seu felino tenha o problema

Publicado - 28 Novembro 2019 - 17h59

Atualizado - 11 Abril 2024 - 14h35

Feridas e machucados abertos em felinos é um problema muito sério, pois podem causar uma situação muito incômoda: a bicheira (também chamada de míiase) e a berne em gato. A forma de transmissão é a mesma nos dois casos e ocorre quando moscas varejeiras depositam ovos na ferida. A partir disso, os ovos evoluem para larvas no tecido subcutâneo (embaixo da pele) do animal. O ponto positivo é que tem cura, tratamento e prevenção para esses dois problemas. Quer saber como tratar a berne e a bicheira em gato? Nós te ensinamos como cuidar de gato e resolver o problema!

Berne em gato ou bicheira? Entenda a diferença!

Bicheira em gato ou bicheira causam o mesmo sofrimento ao animal: são ovos, depositados por moscas, que vão se tornar larvas e se alimentar do animal enquanto se desenvolvem. Apesar da berne e bicheira serem mencionadas como sinônimos, existem algumas diferenças entre os termos - determinadas pela espécie da mosca, pelo tamanho e local das feridas, e pela quantidade de larvas.

A bicheira é transmitida pela mosca varejeira Cochliomyia hominivorax, enquanto a berne é transmitida pela Dermatobia hominis. A mosca da bicheira deposita seus ovos na ferida aberta do gatinho e se desenvolvem em cerca de 45 dias, quando se tornam larvas que se alimentam de tecidos e músculos do animal. Já a mosca que transmite a berne deposita ovos em outras moscas e até no meio ambiente, mas não diretamente na ferida. De qualquer forma, os ovos se desenvolvem e viram larvas que ficam somente na pele do animal - ou seja, não entram nos tecidos e músculos.

Imagem Quiz:Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

Preencha todos os campos para participar.

É só preencher e começar!

Escolha uma opção abaixo

Também existe uma diferença no resultado de cada problema no corpo do gatinho. No caso da bicheira, centenas de larvas podem se desenvolver em uma ferida - facilitando, assim, uma infestação. Já no caso da berne, você só vai encontrar uma larva para cada ferida.

 

As próximas imagens são fortes!Bicheira em gatos é um problema bem comum, mas tem tratamento!O médico é a única pessoa que sabe como tirar berne de gato. Não tente fazer isso em casaCuidar de gato é essencial para evitar feridas e bicheiras

 

Como tirar berne de gato?

 

A única pessoa recomendada para tirar a berne em gato é o veterinário. É ideal que o seu felino seja levado ao veterinário no momento em que você identificar o problema. As feridas serão examinadas e o médico iniciará um tratamento para recuperar as partes do corpo danificadas pelas larvas.  Não tente remover as larvas por conta própria e nem espremer a ferida com o parasita, pois você pode prejudicar ainda mais o seu bichano. O veterinário vai remover as larvas com os instrumentos corretos e também recomendar medicamentos, como antibióticos e sprays. 

Bicheira em gato: higiene é essencial para evitar esse problema!

Não é necessária nenhuma solução extraordinária para evitar a berne ou a bicheira em gato. Na verdade, é até bem trivial: basta manter a higiene do ambiente e do animal em dia. Ainda que os gatinhos não tomem banho com frequência, existem outras maneiras de mantê-los limpos - e vale também investir em coleiras e anti-pulgas com a ação de repelir moscas. Quanto ao ambiente, é importante que a casa seja limpa com frequência e que não tenha acúmulo de lixo que possa atrair moscas. Além disso, a caixa de areia para gatos precisa estar sempre limpa, assim como o espaço em que o animal come. 

Outra boa dica para evitar tanto a bicheira em gato quanto a berne é cuidar do gato para que ele não se machuque. Apartamentos telados e com locais seguros para o gatinho se locomover são boas estratégias para afastar o problema.

Redação: Júlia Cruz


 

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Comportamento

Meu gato está intimidando meu cachorro: 7 dicas aprovadas por um vet para lidar com a situação

Ter um cachorro e gato convivendo em harmonia em casa é o sonho de qualquer tutor - mas a realidade pode ser bem diferente. Por sere...

Adoção

Parece que a internet está obcecada pelo gato marrom: saiba porque todo mundo quer um!

Você já viu um gato marrom por aí? Diferente dos gatos pretos, malhados e frajolas, esses peludinhos são bem raros e, ao mesmo tempo...

Cuidados

Direitos dos animais em condomínios: advogada lista o que os condomínios podem proibir ou não sobre a presença de cães e gatos

Já ouviu falar nos direitos dos animais? Pois saiba que, assim como nós, os nossos pets também são protegidos pela lei. Existe a lei...

Cachorro

Com ajuda do ChatGPT, mulher cria site para mostrar como os cachorros enxergam de verdade: testamos por aqui!

Você já se perguntou como os cachorros enxergam? Essa é uma dúvida comum entre muitas pessoas, sejam elas tutoras de um pet ou não. ...

Comportamento

"Amor de gato": foi assim que aprendi a interpretar as emoções do meu gatinho e percebi que sou o amor da vida dele

O amor de gato é um sentimento especial e gratificante que os bichanos demonstram por seus donos. Mas ao contrário dos cães, eles ex...

Histórias reais

Vira-lata caramelo invade festa junina e faz participação especial na hora quadrilha

Não tem jeito: o vira-lata caramelo sempre dá um jeito de abrilhantar qualquer enredo. Se há algum tempo viralizaram histórias de ca...

Comportamento

Meu gato está intimidando meu cachorro: 7 dicas aprovadas por um vet para lidar com a situação

Ter um cachorro e gato convivendo em harmonia em casa é o sonho de qualquer tutor - mas a realidade pode ser bem diferente. Por sere...

Ver todas