Cuidados

7 dicas para manter seu gato dentro de casa

Como fazer o gato ficar caseiro? Veja algumas dicas de como criar gato dentro de casa
Como fazer o gato ficar caseiro? Veja algumas dicas de como criar gato dentro de casa

Existem gatos que são mais caseiros, enquanto outros adoram perambular pelas ruas e vizinhança. Quem tem um gatinho que gosta de ficar em casa, dificilmente enfrenta problemas com fugas, parasitas e outros inconvenientes. Já os felinos que estão acostumados a dar umas voltinhas costumam trazer bastante preocupação para os seus tutores. Então, como fazer o gato ficar caseiro? Que medidas podem ser tomadas para tornar o ambiente de casa mais acolhedor para o animal, evitando que ele saia para as ruas o tempo todo? Pode parecer uma missão impossível, mas não é: separamos algumas dicas de como manter o gato dentro de casa, bem feliz e com uma ótima qualidade de vida. Veja!

1) Enriquecer o ambiente é necessário para manter gato dentro de casa

Às vezes o gato pode se sentir entediado em relação ao que fazer dentro de casa. Portanto, é sempre bom renovar o local para que o bichinho se sinta confortável e mais entretido dentro do ambiente. Isso faz com que o seu pet pare de ter curiosidade sobre o mundo lá fora e entenda que as novidades são maiores no seu lar, sendo uma ótima forma de como criar gato dentro de casa. A instalação de nichos, prateleiras, redes e até mesmo novos brinquedos - como arranhadores - podem gerar um ótimo resultado para a vida do animal dentro de casa.

2) Para criar gato em casa ou apartamento, não esqueça de castrar o animal

Um dos maiores motivos para um gato fujão é a necessidade de cruzar ou de marcar território. Logo, uma das melhores formas de evitar que isso aconteça é com a castração de gato, já que, além dos benefícios que a cirurgia promove para a saúde do animal e de evitar a gravidez indesejada, esse procedimento também afeta bastante esses aspectos do comportamento felino. Sendo assim, o gato deixa de ter a necessidade constante de sair de casa por esses dois motivos, e se adapta mais facilmente a ficar dentro de casa.

3) As telas de proteção são fundamentais para evitar a fuga de gatos

Para quem tem um gato de rua em apartamento, um dos maiores cuidados a serem tomados é a instalação de telas de proteção em todas as janelas do local. Isso não deve acontecer somente por uma questão de como prender gato dentro de casa, mas é um cuidado essencial com a saúde do animal. Um dos instintos naturais dos felinos é que eles amam explorar lugares mais altos. O problema é que quando se mora em apartamento, todo cuidado é pouco. Sem as telas de proteção, existe um grande risco do gato tentar pular da janela para outro local, e acabar sofrendo uma grande queda. Isso pode trazer graves sequelas para o bichano. Fora isso, as telas acabam sendo também uma boa alternativa para que os gatos não fujam.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar! sem cadastros ou formulários.

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Como seria o seu domingo perfeito?

Como você fica em um dia de chuva?

Como seria a viagem ideal nas férias?

Como você costuma encontrar os amigos?

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Como é a sua rotina matinal?

Como é a sua agenda no fim de semana?

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    Para criar gato em casa, o enriquecimento ambiental com arranhadores e outros brinquedos pode ajudar
    Para criar gato em casa, o enriquecimento ambiental com arranhadores e outros brinquedos pode ajudar

    Mais Lidas

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor
    Gato

    Como o gato reconhece seu dono? Descubra esse e outros comportamentos da relação de um felino com o tutor

    A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem. Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial. Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Gato

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?
    Gato

    Comportamento felino: por que os gatos pedem comida mesmo com o pote cheio de ração?

    Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!
    Gato

    Como identificar o sexo do gato filhote? Saiba diferenciar machos e fêmeas!

    Às vezes, a vontade de adotar um gatinho é tão grande que acabamos nos precipitando e não dando a devida atenção a alguns detalhes muito importantes, como o sexo do filhote. É muito normal achar que adotou uma fêmea e só depois descobrir que o gato, na verdade, é macho. Nós sabemos que não é nada fácil diferenciar o órgão genital do gato logo nos primeiros meses de vida do animal. Se você faz parte deste time, não se preocupe, isso é muito comum!

    4) Passear com o gato pode ajudar a suprir a vontade de ir para a rua

    Todos temos curiosidades sobre ambientes que não conhecemos e com os bichinhos não é diferente - principalmente com os gatos, que são naturalmente curiosos e exploradores natos. Por isso, se você tem um bichano que adora ir para a rua e não sabe como manter o gato dentro de casa, uma boa alternativa é levá-lo para passear regularmente. Para que esses passeios sejam totalmente seguros, não esqueça de investir em uma coleira com identificação para gato. A partir do momento em que o animal começa a conviver com o mundo de forma segura supervisionada, isso ajuda a sanar qualquer interesse que ele possa ter em fugir de casa.

    5) Como criar gato dentro de casa: a privacidade do felino deve ser mantida

    Os gatos são animais que prezam demais pela sua própria privacidade, e por isso é necessário que eles tenham um cantinho que seja só deles dentro de casa. Então, a dica é separar um local para acomodar a cama do gato e outro para as suas necessidades - caixa de areia, comedouro e bebedouro. Além do mais, se perceber que o gato está incomodado, isolado ou quietinho, respeite o espaço dele. Às vezes o gato só quer ficar um pouco sozinho. Já se isso acontecer repetidas vezes e você notar outras mudanças de comportamento, como falta de apetite, procure ajuda de um médico veterinário.

    6) Não esqueça de limitar o acesso do animal a janelas e portas

    A primeira coisa a ser feita quando você decide ser dono de algum pet é ter atenção com janelas, portas e qualquer buraquinho que o gato possa se enfiar. Como já foi dito, as janelas precisam ter uma tela de proteção para evitar que o gato pule. O mesmo vale para as portas: ao abri-las, certifique-se de que o seu pet não está por perto, ou ele pode se sentir tentado a sair correndo. Para quem não sabe como prender gato em quintal, essas medidas também podem ajudar: manter os portões sempre bem fechados e, se possível, com telas de proteção ao redor.

    7) Brincar com o gato e oferecer muito amor é a chave para evitar fugas

    Além de todas as dicas mencionadas acima, o tutor não deve esquecer de separar um tempinho do dia para se dedicar exclusivamente ao seu pet. Essa é uma ótima forma de demonstrar que o animal é querido e amado no ambiente em que ele vive, e assim o bichano não precisa procurar por uma outra vida fora de casa. Por isso, brinque bastante com o seu gatinho e passe um tempo de qualidade com o bichano - sempre respeitando o espaço dele, claro. 

    Redação: Juliana Melo

    Nebelung: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    Próxima matéria

    Nebelung: tudo o que você precisa saber sobre a raça de gato

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores
    Histórias reais

    Como apresentar um novo filhotinho a um gato adulto que já mora na casa? Veja as dicas de alguns tutores

    Resolver adotar um gato filhote é sempre uma grande aventura. Os filhotes preenchem qualquer ambiente com muita alegria e amor. Mas, além de aprender como cuidar de gatos filhotes, quem já tem um gato adulto ou idoso em casa precisa pensar muito bem em como introduzir o novo membro na família. O processo de adaptação nem sempre é fácil, e é fundamental saber como conduzir essa apresentação da melhor forma possível, respeitando o espaço de cada um e torcendo para que eles se deem bem. 

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!
    Comportamento

    Vai se mudar de casa? Veja algumas dicas para adaptar seu gato ao novo ambiente!

    Gatos são conhecidos pela independência e instinto territorialista, mas a verdade é que os felinos também são muito apegados aos seus pertences. Casa, brinquedos, caminha, móveis e humanos, tudo entra nessa lista. Se o seu gato costuma ter um lugar preferido para dormir ou ama ficar na janela observando o movimento da rua, saiba que qualquer mudança na rotina pode deixá-lo estressado, ansioso e até doente.

    Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa
    Higiene

    Como dar banho em cachorro: 10 dicas para manter a higiene do seu pet em casa

    Manter o cachorro sempre limpo vai além da questão de deixar seu animal cheiroso, principalmente para quem dorme ou deixa o pet deitar na cama e no sofá. A higiene regular do seu cão impede o surgimento de parasitas e doenças de pele. Mas dar banho em cachorro em casa pode ser uma missão bastante trabalhosa! Com algumas dicas, você pode tirar de letra e ainda deixar seu bichinho limpo para colocar a pata onde quiser. Mesmo que tenha o hábito de levá-lo no pet shop, é bom saber o que fazer para situações de emergência ou até mesmo para economizar uma grana.

    Unha de gato: cortar em casa ou no petshop? Confira as dicas e saiba como cortar
    Cuidados

    Unha de gato: cortar em casa ou no petshop? Confira as dicas e saiba como cortar

     Todo gateiro possui pelo menos um móvel que já foi atacado pelas unhas do gato e algumas cicatrizes pelo corpo. Essas garrinhas foram muito importantes para a defesa deles na vida selvagem, além de ajudar a subir em árvores e outros locais para se proteger. Mas elas podem ser bastante incômodas para os tutores e causar arranhões e machucados. Uma boa maneira de evitar isso é cortando-as, mas é preciso fazer da maneira certa para não ferir o bichano. Para facilitar a sua convivência e evitar a destruição da sua mobília, vamos passar algumas dicas para fazer o corte em casa sem machucar seu gato.

    Ver Todas >

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?
    Gato

    Gato intoxicado: o que acontece no organismo do felino durante a intoxicação?

    Mesmo com um paladar bastante criterioso, os gatos são animais naturalmente curiosos e isso pode fazer com que experimentem coisas que não deveriam. O sistema digestivo do gato é bem limitado quando comparado ao dos humanos e por isso não consegue digerir bem alimentos que não fazem parte da dieta felina. A presença de plantas venenosas dentro de casa ou até mesmo a ingestão de insetos são fatores que também contribuem para a intoxicação em gatos. 

    Quais são as raças de gatos mais independentes?
    Gato

    Quais são as raças de gatos mais independentes?

    As pessoas normalmente têm a ideia de que os gatos são animais mais independentes e menos apegados do que os cachorros. De fato, esse pensamento não está totalmente errado, mas existem sim algumas raças de gato que são mais carinhosas e dependentes de seus donos do que outras, exigindo maior atenção e dedicação no dia a dia. No entanto, o contrário também é totalmente possível: tem raças de gato que são bastante independentes e conseguem se virar muito bem sozinhas. 

    Patê para gatos: o que é, como utilizar e quais os benefícios?
    Gato

    Patê para gatos: o que é, como utilizar e quais os benefícios?

    Por ser um alimento úmido, o patê para gatos promove diversos benefícios para a saúde dos bichanos. Os gatos são animais que não costumam beber muita água e, por isso, têm forte tendência para desenvolver problemas renais. Uma das explicações para isso é a origem desértica dos felinos, que também influencia no comportamento de segurar o xixi. Assim como o sachê para gatos, o patê tem alta concentração de água, o que ajuda a manter o animal devidamente hidratado - e não há contraindicação de oferecer esse tipo de alimento para animais saudáveis. 

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?
    Gato

    Quais são os cuidados com gatos renais crônicos?

    Se você é um gateiro, com certeza já ouviu falar sobre o perigo das doenças renais nos felinos. Se os cuidados são importantes em qualquer fase de vida do pet, no caso de um gato com insuficiência renal a preocupação é maior ainda. A insuficiência renal em gatos é uma doença que acomete principalmente os felinos idosos, mas também pode ser comum em outras idades e também na raça de gato Persa, que possui predisposição genética para esse tipo de problema. 

    Ver Todas >