close
Saúde

Dermatite úmida em cães: como evitar?

Atualizado · 10 de maio de 2022 · 17h14

Publicado · 10/05/2022 · 17h14

A dermatite úmida em cães é uma lesão com aparência úmida e inflamada que deixa o cachorro se coçando
A dermatite úmida em cães é uma lesão com aparência úmida e inflamada que deixa o cachorro se coçando

A dermatite úmida em cães é um problema que pode surgir quando menos se espera, e normalmente assusta muitos tutores com o aspecto inflamado e úmido da pele. Pode ter diferentes causas associadas, e normalmente tem a coceira excessiva como um dos seus principais sintomas. Também chamado de hot spot ou eczema úmido, cães precisam de tratamento adequado e indicado por especialista para o controle da infecção, inflamação e dor. A boa notícia é que é possível evitar a dermatite úmida em cachorro com alguns cuidados. Confira!

O que é a dermatite úmida em cães?

A dermatite úmida é o termo que se usa para descrever feridas na pele do cachorro que inflamam e são contaminadas por bactérias. Essa inflamação acontece quando o cão se coça tanto a ponto de causar uma lesão de aspecto úmido, brilhante, com coloração avermelhada (podendo estar em carne viva) e que vem ou não acompanhada de pus. Ou seja, quando se trata da dermatite úmida aguda, cães são os principais responsáveis pela inflamação, já que eles causam o trauma.

Sabe quando você vê o cachorro lambendo a pata sem parar? Ou mordisca e arranha excessivamente uma parte do corpo para aliviar coceiras? É isso que provoca a dermatite úmida. Quando não tratada, ela pode piorar, sangrar e inflamar a pele, além de se espalhar para outros pontos. Isso, inclusive, pode causar queda de pelo em cachorro em locais específicos e até provocar infecções secundárias.

Coceira aumenta as chances de dermatite úmida no cachorro

Já deu para perceber que a dermatite úmida nada mais é do que uma consequência da coceira em cachorro, né? Isso quer dizer que a melhor forma de evitar que seu cãozinho seja acometido por esse problema de pele é garantindo que ele esteja longe de agentes alérgicos. Os outros tipos de dermatite em cachorro - como a dermatite atópica, de contato ou alimentar - costumam deixar o animal se coçando e podem ser a porta de entrada para a lesão úmida e inflamada. Portanto, esteja atento com substâncias potencialmente alérgicas para o seu pet e faça o devido controle de parasitas, que também causam bastante coceira nos cães.

Quais raças de cachorro mais combinam com você?

É só preencher e começar!

Question Quiz Stamp

Depois do expediente de trabalho na sexta, o que você gosta de fazer?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria o seu domingo perfeito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você fica em um dia de chuva?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como seria a viagem ideal nas férias?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como você costuma encontrar os amigos?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Qual o seu tipo de exercício favorito?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua rotina matinal?

Question Header Background
Question Quiz Stamp

Como é a sua agenda no fim de semana?

Question Header Background

Schnauzer e Shih Tzu são raças mais independentes Golden Retriever e Yorkshire gostam de companhia Border Collie e Jack Russell Terrier são aventureiros
    A dermatite úmida em cachorro deixa a pele bem inflamada. Veja uma imagem a seguir!
    A dermatite úmida em cachorro deixa a pele bem inflamada. Veja uma imagem a seguir!
    Dermatite úmida: cachorro causa uma ferida na pele que precisa de tratamento
    Dermatite úmida: cachorro causa uma ferida na pele que precisa de tratamento
    A dermatite úmida em cachorro deixa a pele bem inflamada. Veja uma imagem a seguir!
    Dermatite úmida: cachorro causa uma ferida na pele que precisa de tratamento

    Mais Lidas

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser
    Saúde animal

    Feridas em cachorro: veja as mais comuns que atingem a pele do animal e o que pode ser

    As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação. Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária. Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!
    Saúde animal

    Cinomose: tem cura, o que é, quais os sintomas, quanto tempo dura... Tudo sobre a doença de cachorro!

    A cinomose canina é uma das doenças de cachorro mais perigosas e sérias, principalmente porque pode afetar cães de todas as idades e raças e é altamente contagiosa. O que causa cinomose é um vírus da família Paramyxovirus, e quando o animal não é tratado da forma correta, a doença pode até ser fatal (não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele). 

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?
    Saúde animal

    Gato no cio: de quanto em quanto tempo acontece e quanto tempo dura?

    Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino - e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar
    Saúde animal

    Encontrou sangue nas fezes do cachorro? Veja os problemas que o sintoma pode indicar

    Encontrar sangue nas fezes do cachorro é um sinal de que algo está fora do normal. O cocô com sangue em cachorro é uma questão que deve ser sempre levada a sério. Há diversas razões para isso acontecer, desde um episódio momentâneo - mais simples de resolver - até doenças mais graves - como a gastroenterite hemorrágica ou câncer em cães. 

    5 cuidados importantes para prevenir a dermatite úmida em cães

    1) Banho e tosa

    Ter uma rotina de banho e tosa é algo que facilita e muito na hora de cuidar da higiene do seu pet e evita que problemas de pele ocorram, como a dermatite úmida. Mas é importante ter atenção: dar banho em cachorro é uma atitude necessária, mas o tutor deve avaliar a frequência com cuidado. Banhos em excesso retiram a proteção natural da pele e podem ter o efeito inverso, facilitando o surgimento de doenças dermatológicas. Ah, e não esqueça de secar os pelos do doguinho muito bem depois do banho, pois a umidade favorece a proliferação de bactérias e fungos.

    2) Controle de pulgas e carrapatos

    O contato com pulgas e carrapatos são outros motivos que podem deixar um cachorro se coçando. Portanto, tenha muita atenção com estes parasitas e invista em medidas preventivas para não expor seu cãozinho a possíveis infestações. Você pode pesquisar formas de como acabar com pulgas de cachorro no ambiente (e o mesmo vale para eliminar os carrapatos). Já para manter o animal protegido durante os passeios, vale a pena investir em uma coleira antipulgas.

    3) Boa alimentação

    A alimentação impacta diretamente na imunidade do cachorro, então manter uma dieta balanceada e nutritiva faz toda a diferença para afastar a dermatite úmida e outros problemas de saúde. A ração para cachorro deve ter todos os componentes indispensáveis para o organismo canino, como proteínas, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais. A boa nutrição reflete na pele, e a ração Premium e Super Premium são as mais indicadas.

    4) Observar alterações no corpo do cachorro

    Sempre que perceber alguma alteração no corpo do cachorro, busque ajuda de um profissional. Às vezes uma simples coceirinha que parece não ser nada demais pode se transformar em um problema mais sério, como a dermatite úmida. Cães precisam ser tratados logo no início para evitar que a situação piore. Os médicos veterinários especializados em dermatologia são os mais qualificados para isso, e poderão indicar a melhor forma de lidar com a situação.

    5) Limpeza da casa

    Cuidar da limpeza da casa é quase tão importante quanto cuidar da higiene canina. Além de afastar parasitas do ambiente, essa é uma forma de evitar que o animal tenha contato com outras substâncias que possam causar algum tipo de alergia nele. Mas tenha atenção, pois os produtos de limpeza geralmente estão enquadrados nessa lista e não podem, em hipótese alguma, entrar em contato direto com a pele do animal. Na hora da faxina, mantenha seu doguinho em um cômodo separado e espere tudo secar antes de liberar o acesso dele pela casa.

    Redação: Juliana Melo 

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Próxima matéria

    Anatomia canina: tudo sobre a respiração e pulmão de cachorro

    Dermatite úmida em cães: quais as características dessa doença de pele?
    Saúde

    Dermatite úmida em cães: quais as características dessa doença de pele?

    A dermatite úmida em cães - ou hot-spot como é popularmente conhecida - pode ser bastante comum. Causada por diferentes fatores, a doença aparece repentinamente e pode gerar bastante desconforto para o seu amigo. A coceira e a umidade excessiva são os principais sintomas e, por isso, costuma ser um dos primeiros a serem reparados pelos donos. Para te ajudar a identificar a condição no seu animal, conversamos com o veterinário especialista em dermatologista Raphael Rocha, do Rio de Janeiro, que contou tudo o que você precisa saber sobre a dermatite canina úmida. Dá uma olhada!

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?
    Saúde

    Reiki veterinário: como essa terapia holística pode ajudar os cães e gatos?

    O reiki é uma terapia holística muito comum entre os humanos, mas você sabia que o seu pet também pode aproveitar os benefícios desse tratamento? O reiki veterinário é uma técnica de cura pelas mãos que busca alinhar os centros de energia do corpo - chamados de chakras -, promovendo o equilíbrio energético do corpo e melhorando a saúde física, mental e espiritual do animal. Que tal entender como o reiki pode ajudar na hora de cuidar de cachorro e até a melhorar o comportamento do gato? Vem que a gente te explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

    Abril laranja: o que é a campanha e como evitar casos de crueldade contra cães, gatos e outras espécies?
    Cuidados

    Abril laranja: o que é a campanha e como evitar casos de crueldade contra cães, gatos e outras espécies?

    O Abril Laranja é o mês da conscientização e prevenção contra a crueldade animal. A data serve para lembrar que, assim como a vida humana, a vida dos animais - seja um cachorro, gato ou outras espécies - deve ser preservada. Isso significa que qualquer ato de violência ou crueldade contra os bichinhos não deve ser tolerado. É importante fazer algo a respeito, como acionar a lei de maus-tratos a animais, para que o animal em questão seja resgatado e tenha todos os cuidados de que precisa.

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)
    Adoção

    Vira-lata: tudo o que você precisa saber sobre os cães sem raça definida (SRD)

    O vira-lata é o cachorro mais querido e presente nos lares brasileiros. E não é pra menos, né? Esperto, brincalhão e cheio de amor para dar, ele é um ótimo candidato a transformar a sua casa em um lugar mais divertido e, de quebra, ser um companheiro para todas as horas. Oficialmente chamado de sem raça definida (SRD), o cachorro vira-lata não tem uma origem clara e possui características que o tornam único. O cãozinho SRD desperta muitas dúvidas entre os tutores: quanto tempo vive um vira-lata? 

    Ver Todas >

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro
    Saúde animal

    Doença do carrapato: veja em infográfico os perigos dessa doença de cachorro

    A doença do carrapato é uma das mais temidas pelos pais e mães de pets - e com razão. O contágio acontece quando um carrapato infectado com o parasita pica um cãozinho saudável. Pouco tempo depois, os sintomas da doença do carrapato já começam a aparecer. Um dos motivos do porque essa doença é tão perigosa é o fato de seus sintomas serem muito variados e se agravarem rapidamente. A doença do carrapato tem cura, mas quanto mais o tratamento demora a ter início, mais complicado fica. 

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele
    Saúde animal

    Caspa em cachorro: tudo sobre o problema de pele

    A caspa em cachorro é uma das manifestações que acontece quando há alguma deficiência nutricional ou higienização inadequada do animal. Avistou algumas casquinhas brancas se soltando abaixo dos pelos do seu pet? Então continue lendo para saber tudo sobre cachorro com caspa e como livrar seu melhor amigo desse incômodo.

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?
    Saúde animal

    Cachorro babando: quando é motivo para se preocupar com a saúde do pet?

    A saliva do cachorro, assim como a nossa, tem diversas funções. Porém, quando há alterações na consistência e aparência da saliva, ou quando ela se torna muito abundante, é melhor ficar alerta: esse pode ser um sintoma de que algo não vai bem com a saúde do cachorro. Descubra agora como identificar a salivação anormal no seu melhor amigo.  

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães
    Saúde animal

    Como aumentar a imunidade do cachorro e tudo sobre o sistema imunológico dos cães

    Uma pergunta comum a todos os pais de pet que não gostam de ver o filho de quatro patas doente é como aumentar a imunidade do cachorro. Assim como acontece com os humanos, o sistema imunológico canino é como se fosse um mecanismo interno de defesa que ajuda a proteger os animais contra várias doenças. Isso quer dizer que qualquer alteração ou queda na imunidade deixa o organismo vulnerável, e pode afetar significativamente a saúde do cachorro.

    Ver Todas >